Nas Bancas

Charlie.jpg

DR

Jornal 'Charlie Hebdo' esgota em poucos minutos

O jornal satírico, que na semana passada sofreu um atentado, tinha uma tiragem de um milhão de exemplares.  

CARAS
14 de janeiro de 2015, 11:21

Os quiosques franceses esgotaram a edição especial do Charlie Hebdo em poucos minutos esta quarta-feira, 14 de janeiro, em Paris. O proprietário de uma papelaria revelou à agência AFP que várias pessoas fizeram fila para adquirir o jornal, que publica uma caricatura do profeta Maomé na primeira página. “Foi incrível. Tinha filas de 60 a 70 pessoas à espera que abrisse”, afirmou. “Nunca tinha visto nada assim. Os meus 450 exemplares foram vendidos em 15 minutos”, concluiu.   
O semanário satírico já tinha aumentado a tiragem para um milhão de exemplares, um número muito superior aos 50 mil exemplares habituais. No entanto, esta situação levou a publicação a aumentar novamente a tiragem para cinco milhões de exemplares, que serão distribuídos nos próximos dias.
Recorde-se que o jornal Charlie Hebdo foi alvo de um atentado pelos irmãos franco-argelinos Chérif e Said Kouachi há precisamente uma semana, onde morreram 12 pessoas, entre eles dois polícias e vários cartunistas. 

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras