Nas Bancas

Princesa Eugenie troca privilégios da corte por um salário de 1500 euros

A neta da rainha da Inglaterra torna-se uma mulher independente ao trocar a vida em Londres por um emprego em Nova Iorque, que conseguiu graças ao seu esforço.

CARAS
11 de janeiro de 2015, 16:00

Aos 24 anos, a filha mais nova do príncipe André de Ingla­terra e de Sarah Ferguson decidiu mudar de vida e trocou Londres, onde vivia com todos os confortos e privilégios inerentes à sua condição de neta da rainha Isabel II, pela competitiva cidade de Nova Iorque. Eugenie tenta agora traçar um novo caminho de independência.
O novo posto de trabalho, como angariadora de clientes da empresa de leilões de arte online Paddle8, foi conquistado pela princesa pelo seu esforço e dedicação, tendo já o seu desempenho merecido elogios do seu chefe. “O seu trabalho tem sido formidável, é uma das trabalhadoras que mais se esforçam”, disse recentemente Alexander Gilkes, responsável pela galeria onde a princesa trabalha e aufere um salário de 1500 euros mensais.
Este caminho para a independência começou a ser traçado por Eugenie mal acabou os seus estudos em História de Arte, ao tomar a decisão de ter uma vida normal e viver do seu  salário. Primeiro foi estagiária na Christie’s, depois funcionária temporária na Royal Collection Trust e desde outubro bolsista na casa de leilões online Paddle8, tendo agora conseguido o seu primeiro contrato ao aceitar a transferência para Nova Iorque. Decisão que lhe custou um significativo sacrifício: separar-se durante longas temporadas do namorado, Jack Brooksbank, de 28 anos, promotor de um conhecido clube londrino.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras