Nas Bancas

Pedro Lima conta com o apoio da família em noite de estreia

O ator reuniu a mulher, dois filhos, a mãe e a avó na estreia de 'Kilimanjaro'. 

CARAS
16 de dezembro de 2014, 15:20

Na noite em que estreou a peça Kilimanjaro, uma adaptação de vários contos de Hemingway, no Teatro Municipal Joaquim Benite, em Almada, Pedro Lima contou com a presença e apoio da família: “Felizmente, e sempre que é possível, a minha família faz questão de estar presente nestes dias, e claro que eu fico muito satisfeito, é reconfortante. Somos uma família muito unida, estamos juntos com muita frequência, por todas as razões e mais alguma, e esta é mais uma”, garantiu o ator, que, depois de duas horas de espetáculo, pôde reunir-se à mulher, Anna Westerlund, aos filhos mais velhos, Francisco e Emma, à avó Bernardete Teixeira e à mãe, Conceição Barata.
Minutos antes do início da peça, e assim que chegou com o enteado e a filha mais velha, Anna contou estar bastante ansiosa por ver o marido em palco e explicou porque não levou os filhos mais novos: “O Max ficou muito triste por não vir, mas ainda é muito pequenino, e a Mia ficou a dormir na escola, onde havia uma festa. [Risos] Assistir às peças do pai é um privilégio que se vai conquistando. [Risos] Não vi nada desta peça, na realidade sei muito pouco sobre ela, porque andamos ambos com muito trabalho e pouco nos vemos, mas estou muito curiosa e tenho a certeza de que vou ser surpreendida. Este é um grande desafio para ele e sei que vai correr bem.”

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras