Nas Bancas

John Malkovich pondera viver em Lisboa: “Talvez quando me reformar”

Conversa exclusiva com o ator norte-americano durante a sua estada em Portugal.

Joana Carreira
6 de dezembro de 2014, 16:00

Bem disposto e satisfeito por estar uma vez mais em Lisboa. Foi assim que se apresentou John Malkovich para uma conversa com a CARAS durante a sua estada em Portugal no âmbito do Lisbon & Estoril Film Festival. O ator norte-americano, de 60 anos, foi um dos homenageados do certame, durante o qual recebeu a Medalha Municipal Grau Ouro da Câmara de Lisboa, distinção que encarou como sendo de grande honra. “Foi muito bom, mesmo. É um grande privilégio saber que me consideram um bom embaixador para o país”, começou por dizer.
O também realizador e produtor é um admirador da capital portuguesa, que conhece há mais de 15 anos e onde já esteve muitas vezes em trabalho e lazer. “Adoro Lisboa. O sol, a cultura, as pessoas, tudo. É uma cidade muito calma para passear, trabalhar, mas também para me divertir”, revelou, assegurando que viver em Lisboa está nos seus planos. “É uma hipótese muito provável, talvez quando me reformar. Eu e a minha mulher [Nicoletta Peyran] falamos muitas vezes nisso. Ela também adora a cidade”, confessou.
Malkovich alia a sua paixão por Lisboa aos negócios, já que é sócio do restaurante Bica do Sapato há vários anos. “Soube que dois amigos e empresários portugueses, José Miranda e Fernando Fernandes, iam abrir um novo restaurante. Portanto, percebi que era ali que tinha de investir”, explicou o ator, que escolheu agora este espaço pa­ra a apresentação do seu novo projeto, a marca de vinhos LQLC, produzida na sua quinta  no sul de França. “Os nossos caseiros estão reformados, ou seja, não tinham nada para fazer além de cultivar a terra. Por isso, eu e a minha mulher decidimos que poderiam produzir vinho. As iniciais da marca representam o nome da nossa casa, Les Quelles, e a aldeia onde a quinta está situada, Lacoste”, concluiu. 

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras