Nas Bancas

José Sócrates continua detido

O ex-primeiro ministro vai passar a noite nas instalações da PSP de Moscavide.

CARAS
22 de novembro de 2014, 22:48

Ainda não é certo que José Sócrates, detido na noite de sexta-feira no âmbito de um processo de corrupção, branqueamento de capitais e fraude fiscal, tenha sido interrogado. O que se sabe é que voltará ao Campus da Justiça este domingo e que fica detido pela segunda noite consecutiva. José Sócrates vai passar a noite nas instalações da PSP de Moscavide.
João Araújo, advogado que representa o ex-primeiro ministro, saiu do Campus da Justiça, em Lisboa, sem esclarecer se o seu cliente chegou a ser interrogado ou se vai continuar detido. O advogado disse à comunicação social não poder "esclarecer coisa nenhuma sobre o que se passa lá dentro". E remeteu uma eventual declaração para domingo. "Agora, vou para sopas e descanso."
José Sócrates foi detido esta sexta-feira à noite no Aeroporto de Lisboa, quando chegava de Paris. A Procuradoria-Geral da República emitiu um comunicado a confirmar a detenção, no âmbito de um processo de corrupção, branqueamento de capitais e fraude fiscal. O inquérito está a ser conduzido pelo procurador Rosário Teixeira.
Além de Sócrates foram detidos para interrogatório o seu motorista, João Perna, o empresário Carlos Santos Silva, ex-administrador do Grupo Lena e amigo de longa data do ex-primeiro-ministro, e o advogado Gonçalo Trindade Ferreira.
Acompanhe este caso nos sites do Expresso e da Visão




Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras