Nas Bancas

L'Wren Scott e Mick Jagger

L'Wren Scott e Mick Jagger

Getty Images

Rolling Stones chegam a acordo com seguradora após suicídio de L’Wren Scott

A notícia foi confirmada por um porta-voz da banda. 

CARAS
15 de novembro de 2014, 11:18

Os Rolling Stones chegaram a acordo com a sua seguradora após o suicídio de L’Wren Scott, namorada de Mick Jagger, em março de 2014. Em causa estava o cancelamento de sete concertos da banda na Austrália e Nova Zelândia. “A seguradora e os Rolling Stones já solucionaram a disputa”, pode ler-se num comunicado enviado pelo porta-voz da banda.
Antes da digressão à Ásia e Nova Zelândia, o grupo contratou uma companhia de seguros para cobrir eventuais perdas na alteração de datas ou cancelamento de concertos. Após a morte inesperada da estilista, os Rolling Stones acionaram a apólice para receberem oito milhões de libras (9,2 milhões de euros).
No entanto, há cerca de um mês a seguradora abriu um processo, onde se recusava a pagar a indemnização à banda, alegando que a morte de L’Wren não se encaixava na categoria de “mortes inesperadas”, já que “o suicídio foi um acto intencional, não foi repentino, imprevisível ou fora de controlo”.  
Entretanto, Mick Jagger mostrou-se “profundamente triste” depois de várias informações médicas confidenciais terem sido tornadas públicas com o processo. Os documentos apresentados pela seguradora em tribunal sugeriam que o vocalista da banda tinha sofrido stress pós-traumático com a morte da namorada e que era aconselhado pelos médicos a não realizar concertos nos 30 dias seguintes. 

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras