Nas Bancas

José Carlos Pereira

José Carlos Pereira

Amigos de José Carlos Pereira indignados com as notícias sobre o ator

Em causa está a capa do Correio da Manhã de hoje, 30 de outubro, que mostra fotografias de “uma noite regada com muito álcool”.

Redação CARAS
30 de outubro de 2014, 14:20

José Carlos Pereira tem sido notícia nos últimos dias e não pelos melhores motivos. O ator, de 35 anos, teve uma recaída e decidiu que precisava de ser ajudado, pelo que está internado para tratar os seus problemas de dependência. Zeca, como é tratado pelos amigos, já tinha sido submetido a um tratamento semelhante em 2010, durante três meses, e agora a morte do amigo Rodrigo Menezes terá levado a que equacionasse mudar novamente o seu estilo de vida.
Recentemente dispensado das gravações da novela da TVI Jardins Proibidos, alegadamente devido aos constantes atrasos e ausências, o ator encontra-se numa clínica no estrangeiro, para deixar a bebida e depois acabar o seu curso de medicina, colocando mesmo a hipótese de se afastar do mundo da televisão, segundo o Correio da Manhã.
É aliás o este jornal que hoje, dia 30, publica as imagens de “uma noite de inferno”, “regada com muito álcool”, que José Carlos Pereira terá vivido antes de ser internado. As reações a estas fotografias não se fizeram tardar nas redes sociais. Pedro Teixeira, por exemplo, mostrou no Facebook a sua indignação por ver um momento de fraqueza do colega exposto daquela forma. “Acordar e perceber que um qualquer jornalista teve a estúpida ideia de se aproveitar da vulnerabilidade de um amigo. Independentemente dos critérios editoriais e dos princípios pelos quais se regem os media, existe algo que a meu ver deve ser transversal a todos, o respeito pelo outro, o respeito pelo ser humano”, escreveu o ator na rede social.
Também a apresentadora Rita Ferro Rodrigues comentou a situação: “Eu não conheço o José Carlos Pereira. Troquei com ele palavras de circunstância há uns meses, num aeroporto. Mas quero daqui enviar -lhe publicamente um abraço solidário de indignação, com a capa que um jornal diário lhe dedica hoje. Vi a capa nos recortes de imprensa e não queria acreditar. Devassa absoluta da vida privada, com publicação de imagens retiradas de um espaço privado, certamente não autorizadas pelo actor e exposição pública de um ser humano numa situação de total fragilidade de saúde em que estava incapaz de se defender. Sinistro. Alguém ganhou muito dinheiro com isto : quem vendeu as imagens ao dito jornal e o dito jornal que as publicou. Atenção: fosse o protagonista deste caso um cidadão anónimo e a minha reacção seria a mesma. Vergonhoso”.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras