Nas Bancas

Marta Aragão Pinto escreve livro sobre a morte dos pais

O livro foi apresentado na Fnac do Colombo e reuniu dezenas de amigos e muitos familiares da autora, que elogiaram a coragem que mostrou ao expor as suas emoções.

Redação CARAS
1 de novembro de 2014, 16:00

Foi com emoção que Marta Aragão Pinto apresentou o seu primeiro livro, No Céu a Olhar por Mim, um testemunho pessoal e emotivo sobre a dor de perder os pais. “Demorei dois anos a escrever este livro e na realidade há algum tempo que o queria fazer, pois nunca se fala da orfandade adulta, já que é encarada como uma coisa natural, como sendo a lei da vida. Este não é um livro sobre a morte, é, sim, um livro sobre amor, o amor que tenho pelos meus pais e a falta que eles me fazem. São as minhas estrelas”, explicou a autora, que contou com o apoio de diversos amigos e, evidentemente, do marido, Filipe Terruta, e das filhas, Mónica, Vera e Joana.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras