Nas Bancas

Estoril acolhe originalidade e talento de vários decoradores

Doze mesas de jantar decoradas a partir de fontes de inspiração diversas foi o resultado do trabalho deste grupo de criadores.

Redação CARAS
1 de novembro de 2014, 18:00

Numa iniciativa inédita, 12 decoradores profissionais foram os anfitriões de um jantar exclusivo para 120 convidados, distribuídos por um dúzia de mesas, no Hotel Palácio, no Estoril. O desafio foi-lhes lançado pelo relações-públicas Carlos Pissarra e obrigou cada um a criar uma mesa especial sob um tema específico. O resultado encheu a sala do hotel de cor e magia, fruto de inspirações tão diversas como as ex-colónias portuguesas, as casas de Palm Beach, a exuberância da Amazónia ou o filme “Adivinha quem Vem Jantar”. Diana de Cadaval, convidada do criador Dino Gonçalves, sublinhou: “Uma mesa bonita é um prazer para os olhos e torna uma refeição com a família ou amigos uma ocasião mais especial. Acho que o requinte e a elegância devem acompanhar-nos até nas coisas mais pequenas.” A arquiteta Cristina Santos e Silva destacou a utilidade de uma iniciativa como esta: “Acho que toda a gente gosta de receber e de se esmerar quando tem amigos em casa e mostrar ao público em geral outras formas de receber, de decorar, de associar a arte da mesa ao quotidiano, é importantíssimo. Como profissionais que somos, temos o dever de abrir horizontes e dar a conhecer outras ideias.” Uma opinião partilhada pela generalidade dos decoradores que participaram no jantar, como defendeu Dino Gonçalves: “Cada vez há mais meios que proporcionam às pessoas informação sobre decoração, mas apesar disso há muita gente a procurar o olhar particular de um decorador profissional. Afinal, nós somos a peça que conduz e aconselha o cliente a dar vida às suas ideias.”
E quem pensa que a expressão “em casa de ferreiro, espeto de pau” se aplica a este meio, desengane-se, como revelou Isabel Pires de Lima: “Esta mesa poderia estar em minha casa se eu tivesse uma sala com tamanho suficiente para ela [risos]. A minha proposta reflete exatamente o que se passa em minha casa, pois gosto de misturas, gosto de coisas divertidas que transmitam uma imagem positiva.”
Além da criatividade, há outra tendência que se nota no meio da decoração em particular: é uma arte que tem vindo a passar de geração em geração, sendo comum encontrar empresas constituídas por vários elementos da mesma família. É o que acontece com a Casa do Passadiço. “Desde crianças que nos envolvemos muito na decoração, sempre tivemos muito interesse pela estética, e a decoração tornou-se um caminho natural”, explicaram as irmãs Catarina e Cláudia Soares Pereira. A mãe, Catarina Rosas, está orgulhosa: “É bom ver o meu trabalho ser continuado e até melhorado. Trabalhamos bem juntas, eu trago a experiência e elas a criatividade e a inovação.”

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras