Nas Bancas

Oscar Pistorius e June e Barry Steenkamp

Oscar Pistorius e June e Barry Steenkamp

Getty Images

Pais de Reeva Steenkamp aliviados com a condenação de Oscar Pistorius

O atleta sul-africano foi condenado a cinco anos de prisão pela morte da namorada.

Redação CARAS
23 de outubro de 2014, 17:28

Depois de vários meses de julgamento pelo homicídio da namorada, Reeva Steenkamp, Oscar Pistorius ficou a saber na terça-feira, dia 21, que tinha sido condenado a cinco anos de prisão. Os pais da jovem, June e Barry Steenkamp, que acompanharam todo este processo com muita angústia, confessaram-se aliviados por saber que o atleta paralímpico não saiu impune. “É a melhor sentença que alguma vez poderíamos esperar. Estamos felizes porque [Oscar Pistorius] vai pagar pelo que fez”, afirmou June numa entrevista exclusiva para a revista HELLO!. “Eu penso que ele estava à espera deste desfecho, que estava convencido que iria para a prisão. Isso ficou claro na sala de audiências quando ele se manteve tranquilo e não reagiu”, acrescentou ainda, admitindo que foi muito difícil assistir a todo o julgamento e ter de enfrentar o homem que tinha tirado a vida à sua filha.
Recorde-se que a morte da modelo Reeva Steenkamp, de 29 anos, remonta a 13 de fevereiro de 2013. A jovem foi brutalmente assassinada a tiro na casa de banho do apartamento onde se encontrava com Oscar Pistorius. O atleta ainda tentou defender a tese de que disparou por acreditar que se tratava de um ladrão, mas a juíza Thokozile Masipa declarou-o culpado do crime de homicídio, ao considerar que os disparos foram intencionais, embora não tivesse intenção de matar quem se encontrava por detrás da porta da casa de banho. Ainda assim, Pistorius livrou-se da acusação de crime premeditado.
Agora, June Steenkamp pretende criar uma fundação com o nome da filha, com o objetivo de ajudar mulheres que sofrem de maus tratos. “Vou estar ocupada com a criação da instituição e a ajudar mulheres que precisam, tal como a minha filha queria fazer. Assim manteremos o seu nome vivo”, explicou. Já o pai da manequim, Barry, concluiu: “Estamos satisfeitos com o resultado [do julgamento]. E agora apenas queremos continuar a viver tranquilamente”.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras