Nas Bancas

84988732.jpg

Getty Images

Bob Geldof culpabiliza-se pela morte da filha

Peaches Geldof morreu de ‘overdose’ de heroína no passado mês de abril.

Redação CARAS
16 de outubro de 2014, 12:01

Seis meses depois da morte da filha Peaches, aos 23 anos, Bob Geldof deu uma entrevista emotiva na qual reconhece que se culpabiliza pelo que aconteceu. O músico, de 63 anos, diz que se sente responsável pelo que aconteceu que se sente que falhou como pai. “Claro que eu sabia [que ela consumia heroína] e nós falámos sobre isso. Ela era brilhante. Demasiado brilhante. Tinha uma mente extraordinária, com a capacidade de se focar num livro e absorvê-lo todo de uma só vez. Mas de resto era frágil. Ela sabia que a vida dela tinha de mudar e tentou de tudo para conseguir. Mas não conseguiu”, afirma, desolado.
Nesta ocasião, Bob Geldof referiu ainda a assédio mediático que as filhas – Peaches, Pixie e Fifi – sofreram depois da morte da mãe, Paula Yates, em 2000, também vítima de overdose. “A imprensa chegou a mim através delas. Por isso é que isso me magoa tanto, porque tudo isso deixou marcas. Claro que não estou a culpar os jornais… Culpo-me a mim. O pai sou eu, sou eu o responsável e fui eu que falhei”,explica , antes de acrescentar: “É inevitável sentir essa responsabilidade. Todos  os pais que passaram pela morte de um filho sabem que é um percurso longo de avanços e recuos. Questionamo-nos constantemente para saber o que fizemos de errado. Mas todos fazemos o melhor que podemos”.
Recorde-se que Peaches Geldof, de 25 anos, tinha dois filhos, Astala, de dois anos, e Phaedra, de 15 meses.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras