Nas Bancas

Michael Schumacher

Michael Schumacher

Getty Images

Afinal não é garantido que Michael Schumacher possa levar “uma vida relativamente normal” em breve

A afirmação teria sido feita pelo presidente da Federação Internacional de Automobilismo, mas não passou de um erro de tradução da imprensa alemã.

Redação CARAS
11 de outubro de 2014, 10:35

Esta semana as notícias acerca da recuperação de Michael Schumacher eram animadoras e deixavam pensar que, quase um ano depois do trágico acidente que sofreu na neve, o antigo campeão poderia estar no bom caminho para recuperar a sua vida. Na última quarta-feira, dia 8, jornais de todo o mundo falaram na suposta recuperação espantosa do antigo piloto, depois de Jean Todt, presidente da Federação Internacional de Automobilismo, alegadamente ter dito: “Schumacher poderá levar uma vida relativamente normal em breve”.
Contudo, o que o francês disse, em declarações ao grupo RTL, foi: “Torço para que Schumacher tenha uma vida relativamente normal em breve”. A frase foi mal traduzida por vários meios de comunicação alemães – entre eles o jornal Der Spiegel e a revista Focus – e rapidamente o erro se espalhou pela imprensa de todo o mundo.
Refira-se que Michael Schumacher saiu em junho do coma induzido em que se encontrava desde o dia 29 de dezembro, data em que sofreu um acidente enquanto esquiava nos Alpes franceses. Depois de passar vários meses no hospital de Grenoble, França, entre a vida e a morte, o antigo campeão mostrou sinais de recuperação e foi transferido para o Hospital Universitário de Lausana, na Suíça. Já em setembro deixou o centro médico e encontra-se em casa, onde tem uma equipa de 15 pessoas que lhe prestam todos os cuidados necessários. Várias fontes garantem que permanece imóvel e incapaz de falar.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras