Nas Bancas

74335640.jpg

Getty Images

Michael Schumacher poderá levar uma vida normal em breve

A revelação é feita por Jean Todt, presidente da Federação Internacional de Automobilismo.

Redação CARAS
8 de outubro de 2014, 13:18

Michael Schumacher poderá ter “uma vida relativamente normal” dentro de pouco tempo após o grave acidente de esqui que sofreu em dezembro do ano passado. A revelação foi feita por Jean Todt, presidente da FIA (Federação Internacional de Automobilismo), que se mostrou muito optimista após uma visita ao ex-campeão de Fórmula 1. “Diremos que provavelmente nunca mais conduzirá um carro de Fórmula 1. Mas ele está a lutar. O seu estado de saúde melhorou e é muito importante o facto de agora já estar em casa com a sua família”, afirmou Todt.
“Nas últimas semanas, tem feito muitos progressos em relação à gravidade da sua lesão, mas ainda tem pela frente um árduo e longo caminho. Mas mantém-se a esperança. A família está perto dele. Precisa de tempo e paz”, acrescentou.
No passado mês de setembro, Schumacher, de 45 anos, deixou o Hospital Universitário de Lausanne, na Suíça, para continuar o processo de reabilitação em casa, onde tem uma equipa de 15 pessoas a prestarem-lhe cuidados. O antigo piloto alemão permanece imóvel e incapaz de falar. 

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras