Nas Bancas

Angelina Jolie

Angelina Jolie

Getty Images

Angelina Jolie recorda a mãe

Marcheline Bertrand morreu em 2007, vítima de cancro nos ovários.

Redação CARAS
7 de outubro de 2014, 17:45

Angelina Jolie nunca escondeu que tinha uma relação muito próxima com a mãe, Marcheline Bertrand, e que ainda tinha dificuldades em enfrentar a sua morte, que remonta a 2007. Numa entrevista recente para a revista francesa Marie Claire, a mulher de Brad Pitt voltou a falar na progenitora e na forma como esta continua presente no seu dia-a-dia, sobretudo na forma como educa os seis filhos - Maddox, Pax, Zahara, Shiloh, Vivienne e Knox, e no empenho que coloca no seu trabalho humanitário em prol dos mais necessitados. [Ela era] uma pessoa muito doce, mas tinha a capacidade de mover montanhas pelos filhos. Isso é uma das coisas que sempre admirei nas mulheres: a mistura entre a doçura e a força. Ela era meio indiana e eu lembro-me de, ainda em pequena, ela me levar consigo a um jantar da Amnistia Internacional. Ela sempre tentou perceber os problemas do mundo. Tinha um grande coração e não conseguia ficar insensível à violência que a rodeava”, afirmou Angelina.
Nesta ocasião, a atriz, de 39 anos, foi ainda questionada sobre o facto de acreditar ou não na vida depois da morte. “Não tenho a certeza… Eu sinto-me em contacto com a minha mãe quando olho para os meus filhos. Consigo sentir a presença dela nesses momentos. Sinto que a forma como educo os meus filhos é semelhante à educação que ela me deu a mim e ao meu irmão. Noto mais isso com as minhas filhas Shiloh e Vivienne. Como tal, sim, a minha mãe está aqui, está presente e influencia a forma como educo os meus filhos, sempre”, acrescentou.
Já sobre o facto de ela e o marido terem escolhido o Château Miraval, no sul de França, para passarem grande parte do seu tempo com os filhos, a artista explica: “Não é fácil eu sentir-me relaxada. Não consigo ficar parada. Leio, escrevo, negoceio novos filmes, carrego o meu escritório comigo. [Miraval] fica perto das principais cidades europeias, mas também de África e do Médio Oriente. Fica perto de todos os locais onde o meu trabalho nas Nações Unidas me leva. Los Angeles fica claramente demasiado longe de todos esses sítios”. De referir que foi precisamente neste local que Angelina Jolie e Brad Pitt trocaram alianças no passado dia 23 de agosto, depois de uma década de vida em comum.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras