Nas Bancas

0.jpg

Mulher que perseguia os pais de Maddie McCann encontrada morta

Brenda Leyland tornou-se conhecida por liderar uma campanha de insultos e comentários abusivos contra o casal McCann.

Redação CARAS
6 de outubro de 2014, 12:00

Brenda Leyland, o rosto de uma campanha de insultos e comentários abusivos no Twitter, foi identificada na semana passada e encontrada morta este sábado, 4 de setembro, num hotel de Leicestershire, Inglaterra. A imprensa britânica não adianta as causas da morte, mas refere que esta não está a ser investigada como “suspeita” pelas autoridades, o que se sugere que não consideram a hipótese de crime.
Depois de muito tempo de anonimato, através da conta @sweepyface no Twitter, a britânica deu uma entrevista para a Sky News, na qual foi confrontada com os abusos online e defendeu-se, afirmando que “tinha o direito” de o fazer. Na mesma altura foi informada que já tinha sido denunciada à polícia, o que considerou “justo”.
“Os McCann deveriam sofrer para o resto das suas vidas miseráveis e ser desfeitos pela traseira de um autocarro ou esmagados por cavalos”, é um dos comentários insultuosos dirigidos aos pais de Maddie McCann, a menina inglesa desaparecida na Praia da Luz, no Algarve, a 3 de maio de 2007.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras