Nas Bancas

Judite Sousa

Judite Sousa

Pedro Jorge Melo

Figuras públicas deixam mensagens de apoio a Judite de Sousa

Desde que foi confirmada a morte do filho da jornalista, André Sousa Bessa, na sequência de um acidente numa piscina, gerou-se uma onda de solidariedade nas redes sociais.

Redação CARAS
29 de junho de 2014, 22:14

Foram muitos os famosos que deixaram uma mensagem a Judite de Sousa nas redes sociais, depois de ter sido confirmada a morte do seu único filho, André Sousa Bessa, na sequência de uma acidente numa piscina que lhe causou um traumatismo craniano.
Tânia Ribas de Oliveira: “Judite, Pedro e todos os pais que perdem os seus filhos: não há palavras que vos aconcheguem a alma. Não há nada. Pouco resta depois da morte de um filho. Sobrevive-se, mas deixa de se viver.”
Cristina Ferreira: “Estou desde ontem sem saber se devia ou não escrever alguma coisa. Há alturas em que o silêncio é o que nos resta. Cf”
Gustavo Santos: “O que não controlamos dá-nos as melhores sensações do mundo, mas também as maiores dores da vida! Força Judite, que te encham de afeto, e que saibas fazer o que eu e a maioria das pessoas nem imaginamos ser capazes de conseguir. Muita coragem!”
Maria João Bastos: “Dia triste... Os meus sentimentos para a Judite e toda a família.”
Cláudia Borges:Jamais entenderei...como mãe, tenho o meu coração totalmente apertado e dorido!! Olho para o meu filho, e sei todos os dias o quão sortuda sou! E que Deus permita que assim seja para todo o sempre Os meus profundos sentimentos a toda a família da jornalista Judite de Sousa.”
Fátima Lopes: “Nenhuma mãe está preparada para a perda de um filho. Não sei o que dizer à Judite. Estou em estado de choque.”
Dália Madruga: “Nunca nenhuma mãe deveria passar por tamanha provação... e os nossos filhos deviam ser eternos! Imensa tristeza...”
Manuel Luís Goucha: “Pergunto eu, que não discuto Deus: que sentido têm a morte de um jovem e a dor desmedida de uma mãe e de um pai? Não fossem as perguntas e Deus, possivelmente, não teria sítio para viver. MLG”
Vanessa Oliveira: “Triste, muito triste. Um dia aqui, outro dia sabemos lá...”
Luís Castel-Branco: “A maior dor do mundo é a porta fechada do quarto do filho que partiu. E é uma mentira grosseira dizer que imaginamos essa dor. Um abraço Judite. Cheio de lágrimas de uma mãe que tem medo todos os dias do que pode acontecer.”
Bárbara Guimarães: “Há momentos em que nada faz sentido, em que percebemos que um segundo nos mostra que a vida é um dom raro e é tão frágil que temos de a respeitar. Toda a minha energia, toda a minha força, todos os meus sentimentos estão com a Judite. A minha amiga Judite vive a maior dor que alguma mãe pode sentir… Que uma família e amigos podem sentir… Luz, muita luz nesta imensa dor...”
Rita Ferro Rodrigues: “Com um nó na garganta. Para Judite. Sem conseguir dizer mais nada.

"Olha — queres ouvir-me? —
às vezes ainda sou o menino
que adormeceu nos teus olhos;

ainda aperto contra o coração
rosas tão brancas
como as que tens na moldura;

ainda oiço a tua voz:
Era uma vez uma princesa
no meio de um laranjal...

Mas — tu sabes — a noite é enorme,
e todo o meu corpo cresceu.
Eu saí da moldura,
dei às aves os meus olhos a beber,

Não me esqueci de nada, mãe.
Guardo a tua voz dentro de mim.
E deixo-te as rosas.

Boa noite. Eu vou com as aves. "

Eugénio de Andrade, in "Os Amantes Sem Dinheiro"”
João Manzarra: "Não há palavras para uma fatalidade. Sempre impecável, já aí vamos ter Bessa. Os meus sentimentos com toda a família e amigos."
Andreia Dinis: "Não consigo, nem quero, imaginar a dor de perder um filho. Não existirá, seguramente, dor maior. Hoje partiu o filho de Judite de Sousa mas, diaria/, muitos pais passam por este pesadelo. A todos eles, que Deus dê muita força para ultrapassarem tamanha provação."
Jorge Gabriel: "Pode parecer muito egoísta expressar o meu pesar falando de mim, e do Duarte. Acabava, ontem, de assistir à cerimónia de encerramento do curso do meu filho, ( com 22 anos, é agora terapeuta ocupacional) quando alguém agitou a redação da RTP com o inconcebível desaparecimento do, André Bessa. E, por instantes, admiti a mesma dor, o mesmo vazio, a perda que a natureza não nos deixa compreender. Uma fracção de segundo de, incomensurável, agonia. É inimaginável, Judite e Pedro, o que vos atormenta. E permitam-me que me dirija ao Pedro, em particular, porque ambos somos pais à distância, o que não nos limita na paixão, e no amor. E quantas, e tantas vezes sofremos longe, e chorámos sozinhos...um abraço amigo"
Ana Isabel Arroja: "Incrível como a morte precoce de uma pessoa que não conhecemos de lado nenhum mexe tanto connosco. Há coisas que, por serem tão esmagadoras, tomam conta do nosso ser. Judite de Sousa, os meus mais sinceros sentimentos."
Sofia Nicholson: "Ouço neste momento o meu filho a cantar no seu quarto; regressado do seu ensaio, ele extravasa como mais lhe apraz o que pode ser cansaço, os nervos de uma estreia que se aproxima, a emoção à flor da pele, esquecendo-se da hora tardia. Podia bater lhe à porta e pedir lhe silêncio. Mas não, hoje não. Pensar na dor de uma mãe que nunca mais irá ouvir a voz do filho trouxe me à consciência que o silêncio perturbado da noite de hoje tem um valor inigualável."
Manuel Luís Goucha: "Pergunto eu, que não discuto Deus: que sentido têm a morte de um jovem e a dor desmedida de uma mãe e de um pai? Não fossem as perguntas e Deus, possivelmente, não teria sítio para viver. MLG"
Cláudio Ramos: "...Gostava agora de escrever muitas coisas para a Judite. As palavras sobram e são anuladas por tanta dor. A pior dor do mundo. Perde-se um filho, fecha-se uma porta e quem tem coragem de lhe dizer que a vida continua? Eu não. Que Nosso Senhor lhe ampare o sofrimento."
Cláudia Vieira: "Mais uma semana nas nossas vidas que acaba de arrancar, esta com um aperto grande no coração. Um grande beijo de força para a Judite que acaba de passar pela maior provação que a vida pode dar. Uma dor impossível de suportar... E um adeus André... Faltam as palavras."

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras