Nas Bancas

Teresa d’Arriaga: “A minha mãe sempre me disse que a velhice prepara-se em novo”

De férias no Algarve, a especialista em cultura francesa contou que desde muito cedo se tornou uma mulher muito disciplinada em todas as áreas da sua vida.

Redação CARAS
30 de agosto de 2014, 18:00

Com três filhos – Salvador e Carlota Whanon, de 30 e 24 anos, respetivamente, do seu primeiro casamento, e Madalena, de 18, do atual relacionamento com o dermatologista Fernando Guerra – e dois netos, Sebastião, de seis anos, e Lourenço, de um, Teresa d’ Arriaga mantém uma figura esbelta e muito elegante. Por isso a especialista em cultura francesa não passou despercebida neste fim de tarde que passou na praia que serve o hotel Pine Cliffs, na zona algarvia da Falésia, onde a encontrámos a ler atentamente o suplemento cultural do Expresso. “Hoje vim à praia sozinha para fazer parte das minhas leituras e aproveitar enquanto o meu marido foi jogar golfe. Trouxe trabalho para fazer, obras que quero traduzir com mais atenção, e como aqui tenho muito tempo livre consigo concentrar-me melhor. Já estive em família, com as minhas filhas, e entretanto cada uma foi à sua vida. O Salvador virá em setembro, com os meus netos. Portanto, estou cá só com o meu marido. Daqui a uns dias parto sozinha para um dos programas que mais gosto na vida, que é o Festival de Óperas, em Salzsburgo. Depois de uns dias de descanso como estes, gosto de terminar com uma agenda cultural preenchida, que me enriquece e deixa muito satisfeita”, explicou Teresa.
Com alguma relutância, a trineta de Manuel d’Arriaga, primeiro Presidente de Portugal eleito, acabou por comentar a sua boa forma física, que atribui aos bons hábitos “É preciso disciplina. Como fiz ballet, continuo a fazer danças de salão, nunca bebi nem fumei, nunca fiz noitadas e tenho a sorte de gostar sobretudo de coisas saudáveis, faço ginástica e tenho uma boa genética, não preciso de fazer grande coisa. É muito bom chegar a meio da vida e sentir-me tão bem. Tenho imensas amigas preocupadíssimas com a idade e que fazem imensos tratamentos de estética, quando a verdade é que não há nada que substitua os bons hábitos. A minha mãe sempre me disse que a velhice prepara-se em novo.”

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras