Nas Bancas

Famosos dão a cara pela causa dos animais

Algumas figuras conhecidas juntaram-se aos seus ‘amigos de quatro patas’ numa campanha contra o abandono e a favor da adoção de animais.

Inês Neves
2 de agosto de 2014, 11:46

Diogo Amaral, Cláudia Vieira, Rui Maria Pêgo, Raquel Strada, Sofia Aparício e os seus respetivos animais de estimação – Che, Yoshi, Bento, Tufão e Diogo – juntaram-se numa campanha de responsabilidade social contra o abandono e a favor da adoção de animais. A CARAS acompanhou esta divertida sessão fotográfica, num estúdio em Cascais, onde os ‘nossos’ amigos de quatro patas fizeram as suas melhores expressões para a campanha ‘Sempre Sonhámos com uma Família Grande: Adote!’, uma iniciativa da Casa dos Animais de Lisboa. “É muito importante fazer este tipo de ação neste momento, até porque uma em cada 30 pessoas abandona os animais na altura das férias. Revela uma insensibilidade atroz e temos que chamar a atenção para isso. No meu caso específico, que tenho um cão que até tem uma página no Facebook, tenho de a utilizar para coisas que fazem sentido e são realmente importantes, como é o caso”, explicou Raquel Strada.

Esta talvez tenha sido a primeira sessão fotográfica à séria de Che, que vive há 12 anos com Diogo Amaral, mas portou-se como um verdadeiro profissional. Verdadeiros companheiros, os dois já partilharam algumas “aventuras e viagens”. “Ele nunca reclama, embora ache que é o único cão do mundo e estranhe quando vê outros”, contou o ator, que não perdeu a oportunidade de falar do motivo da campanha: “Abandonar um cão é nojento. Desprezo as pessoas que abandonam animais. Essas pessoas deviam comer os dejetos que esse animal faz durante um ano. As pessoas da Casa dos Animais estão genuinamente preocupadas em ajudar e acho de louvar que façam disso a sua vida.”

Yoshi já está há oito anos com Cláudia Vieira e tinha de fazer parte desta iniciativa pois para a atriz, “pensar que há alguém que abre a porta do carro e deixa o animal abandonado é algo de avassalador. Questiono-me muito como é que alguém consegue ter um animal e depois pensa em abandoná-lo. Sempre tive cães e o pouco tempo em que os não tive senti que me faltava algo. Faz todo o sentido para mim ter a companhia de animais, principalmente de cães, pelos quais sou apaixonadíssima”.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras