Nas Bancas

As imagens do casamento de sonho de Daniela Ruah e David Paul Olsen

O dia 19 de junho, uma quinta-feira, foi a data escolhida pela atriz Daniela Ruah, de 30 anos, e pelo duplo David Paul Olsen, de 38, (ambos trabalham na mesma série norte-americana) para se casarem em Cascais, no Farol Design Hotel. A cerimónia foi celebrada segundo os rituais judaicos e luteranos pelos pais dos noivos, Carlos Ruah e Paul Olsen.

Redação CARAS
19 de julho de 2014, 14:00

Após três anos de namoro, Daniela Ruah e David Paul Olsen oficializaram a relação num casamento de sonho. A atriz portuguesa, de 30 anos, que brilha na série norte-americana Investigação Criminal: Los Angeles, e o duplo, de 38, que trabalha na mesma série, casaram-se no dia 19 de junho, no Farol Design Hotel, em Cascais, numa cerimónia em frente ao mar, com rituais judaicos e luteranos, celebrada pelos pais dos noivos, Carlos Ruah e Paul Olsen. O casal fez juras de amor eterno perante o olhar de cerca de 120 familiares e amigos e o convidado mais especial foi o filho de ambos, River Isaac, de cinco meses, que assistiu à união dos pais ao colo da avó materna, Catarina Korn.
Tudo foi pensado ao pormenor para que este dia fosse perfeito. Os convidados começaram a chegar ao hotel por volta das 17h. Eric Olsen, irmão e padrinho do noivo e colega de Daniela na série, disse, à entrada, que estava “muito entusiasmado” com o casamento e contou como tem sido a sua estada em Portugal: “Esta é a minha primeira vez em Portugal. Estou a adorar tudo. A arquitetura é fantástica, a comida é maravilhosa e as pessoas são muito simpáticas. Vou voltar, sem dúvida.” Minutos mais tarde chegava o pai da noiva, o médico Carlos Ruah, que nos confidenciou sentir alguma ansiedade: “Estou muito emocionado. A Daniela está ótima. Eu estou mais nervoso do que ela.” Já perto da hora da cerimónia, David apareceu à porta do hotel para receber alguns familiares e amigos e sorriu para os fotógrafos dizendo: “Agora, tenho de me ir casar.” Enquanto isso, a atriz preparava-se no seu quarto para o grande momento, vestindo o modelo que escolheu para este dia, da marca espanhola Rosa Clará.
Por volta das 18h15, Daniela foi encaminhada pelo pai até ao ‘altar’ a céu aberto onde David a aguardava junto do seu pai, Paul. De seguida, cumpriram-se
vários rituais típicos de um casamento judaico, incluindo a leitura do Ketubá (uma espécie de contrato nupcial que explica as obrigações dos noivos). Perto do fim da cerimónia, que durou cerca de 40 minutos, Daniela e David fizeram a tradicional troca de votos, um momento muito emocionante em que a atriz não conseguiu conter as lágrimas. Por fim, os noivos beberam do mesmo copo de vinho. David teria, segundo a tradição judaica, que partir esse mesmo copo com o pé, mas como não conseguiu acabou por quebrá-lo com a mão. 
Depois do ‘sim’, os convidados desceram para o copo-d’água que se realizou no Coconuts, onde as mães dos noivos, Catarina Korn e Jeanne Olsen, emocionaram os presentes com os seus discursos. O catering, da responsabilidade da Casa do Marquês, foi composto por comida portuguesa, nomeadamente bacalhau, bifinhos de peru e uma cataplana gigante. Após o jantar, por volta das 23h30, seguiu-se mais um momento especial. David e Daniela levantaram-se, seguidos pelos convidados, e encaminharam-se até ao exterior da sala, onde receberam um balão com uma luz led, tal como os convidados. À sua espera estava o bolo dos noivos. Ao partirem o bolo e brindarem, os presentes largaram os seus balões em direção ao céu, iluminando a noite. Depois, voltaram para dentro onde se deu início à festa que durou até às quatro horas da manhã.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras