Nas Bancas

Caras conhecidas brindam ao verão

A festa Show de Bola, da CARAS e da Globo, decorreu no Sky Bar do Hotel Tivoli.

Redação CARAS
3 de julho de 2014, 14:30

Muitas foram as caras conhecidas que se juntaram na festa Show de Bola, da CARAS e da Globo, com o objetivo de torcer por Portugal e pelo Brasil, mas acima de tudo para mostrar que estes dois países de língua comum fazem parte da mesma família. O cocktail que teve lugar no Sky Bar do Hotel Tivoli reuniu ali dezenas de apreciadores de futebol, ansiosos por ver a nossa seleção chegar o mais longe possível, mas também desejosos de receber o verão neste final de tarde com vista sobre a cidade. “Este já é o terceiro ano que celebramos o verão com a CARAS, já somos uma família. Este ano decidimos aproveitar a chegada do verão para torcer por Portugal e pelo Brasil na Copa do Mundo, que é a maior festa do planeta. Assim estamos um bocadinho mais próximos. Está um final de tarde maravilhoso e é sempre bom estarmos todos juntos”, comentou Ricardo Pereira, diretor da TV Globo Portugal.
Também Ana Brito e Cunha estava satisfeita com esta troca de experiências entre os dois países: “Adoro esta ligação entre Portugal e o Brasil como a que estamos a viver aqui. Falamos a mesma língua, temos a mesma fé e temos muito a aprender uns com os outros. Este espaço é lindo e esta é uma boa forma de celebrarmos a chegada do verão, que este ano parece estar um pouco envergonhado.”
Entre caipirinhas tipicamente brasileiras e iguarias portuguesas, os convidados foram aproveitando para dar a sua opinião sobre este Mundial e explicar por que, apesar de nem todos serem grandes adeptos de futebol, não perdem um jogo da seleção. “Tenho seguido os jogos de Portugal e sofrido bastante. É melhor não falarmos disso... [risos]. A verdade é que não ligo muito a futebol, mas gosto de ver jogos da seleção. Há que torcer pelo nosso país!”, desabafou Anabela Teixeira. Tristezas à parte, os famosos foram aproveitando a ocasião para mostrar que apoiam os dois países, enquanto se deixavam fotografar de modo a levar para casa um íman com a sua cara no corpo de um jogador.
No final, foram sorteados vários brindes, entre eles camisolas e bolas oficiais e vários Fulecos, a mascote da Copa.

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras