Nas Bancas

Talentos nacionais distinguidos em cerimónia promovida pela SPA

“É uma alegria muito grande ver o nosso trabalho reconhecido.” (Nuno Lopes)

Redação CARAS
23 de maio de 2014, 15:59

Há quatro anos consecutivos que a Sociedade Portuguesa de Autores (SPA) premeia autores em várias categorias, entre elas cinema, teatro, televisão, artes visuais, literatura, música e dança. Este ano a cerimónia não foi transmitida pela televisão e teve lugar no Salão Nobre dos Paços do Concelho, na Câmara Municipal de Lisboa, numa versão mais curta e simples, mas com a elegância de sempre. “Entendemos que não podíamos desistir de dar estes prémios. Assim, deixou de ser uma gala com transmissão televisiva e passou a ser uma sessão. Esta é também uma forma de mostrar que não deixamos de ter a nossa posição só porque nos vedam uma gala”, explicou José Jorge Letria, presidente da SPA.
O ator Nuno Lopes viu as séries Odisseia e Linhas de Torres, nas quais participou, serem premiada como Melhor Programa de Entretenimento e Melhor Programa de Ficção, respetivamente, pelo que fez questão de estar presente. “É uma alegria muito grande ver o nosso trabalho ser reconhecido”, comentou, satisfeito. José-Augusto França recebeu um dos principais troféus da noite, o Prémio Vida e Obra de Autor Nacional.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras