Nas Bancas

Eugénia Lima

Eugénia Lima

D.R.

Morreu Eugénia Lima

A famosa acordeonista portuguesa tinha 88 anos.

Redação CARAS
4 de abril de 2014, 23:15

Eugénia Lima morreu esta sexta-feira, dia 4, na sua casa, em Rio Maior, confirmou à Lusa fonte próxima da família. Aacordeonista tinha 88 anos.
Filha de um afinador de acordeões, Eugénia Lima estreou-se apenas com quatroanos, em Castelo Branco, sua terra natal. A sua estreia profissional aconteceuem 1935, no Teatro Variedades, em Lisboa, quando integrou o elenco da revista Peixe-Espada. O sucesso não tardou e em1943 gravou o seu primeiro trabalho a solo, totalizando dez discos durante asua carreira. Além de temas populares de diversos compositores, gravou tambémvárias versões para acordeão e composições da sua autoria.
O ano de 1947 ficou marcado pelo 1.º lugar no concurso nacional deacordeonistas promovido pela Emissora Nacional. Nove anos depois fundou aOrquestra Típica Albicastrense.
Aos 55 anos recebeu o diploma do Curso Superior de Acordeão, pelo Conservatóriode Acordeão de Paris.
Em 1962 recebeu o Óscar da Imprensa, em 1980 o grau de Dama da Ordem Militar deSant’Iago da Espada; em 1986, a medalha de Mérito Cultural atribuída peloMinistério da Cultura; e em 1995 o grau de Grande Oficial da Ordem do InfanteD. Henrique, entre outras condecorações.
No final de 2011, a acordeonista disse durante uma homenagem no Algarve que sofriade Parkinson. Nesse dia nem a doença, nem os 85 anos a impediram de tocar.
Temas como Picadinho da Beira, Minha Vida e Fadinho de Silvares são alguns dos temas que marcaram a carreira deEugénia Lima.
O velório tem lugar no sábado, dia 5, em Rio Maior, e o funeral está marcadopara domingo.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras