Nas Bancas

Jennifer Lopez diz que divórcio serviu de inspiração para o seu novo álbum

A cantora e Marc Anthony divorciaram-se em julho de 2011, depois de sete anos de casamento.

Redação CARAS
24 de março de 2014, 17:00

Jennifer Lopez garante que o amor sempre tem sido a sua maior fonte de inspiração desdeque começou a compor e a cantar. Contudo, a artista, de 44 anos, explicou recentementeque o fim do seu casamento com MarcAnthony, em julho de 2011, fez com que começasse a olhar para o amor deoutra forma e descobrisse novos sentimentos que marcam o seu novo trabalho. “O tema central é o amor, sempre foi. É aminha motivação. É nisso que eu penso. É a minha essência. Mas a visão que eutinha do amor quando fiz os nove álbuns anteriores é muito diferente do que eupenso agora, depois de tudo o que eu passei. Passei por um divórcio. Muitascoisas aconteceram. Senti realmente que foi um ponto de viragem na minha vida”,explicou JLo referindo-se ao fim da união de sete anos, da qual nasceram osgémeos Max e Emme.
A artista refez entretanto a sua vida amorosa ao lado do bailarino Casper Smart, mas não tem pressa paravolta a casar-se, até porque já enfrentou três divórcios. “Antigamente, achava que o amor tinha de ser para sempre e claro que aindaalimento essa fantasia, mas já não forço nada. Agarrei-me aos meus contos defada durante muito tempo. Mas neste momento, depois de tudo o que passei, jánão tenho regras. Há tantas maneiras de fazer com que uma relação resulte. Hátantas formas de felicidade, não existe apenas aquilo que idealizávamos quando tínhamosapenas cinco anos”, refere ainda Jennifer Lopez durante uma entrevista paraa revista InStyle. A cantora admiteno entanto, não gostar de estar solteira: “Nãogosto de estar sozinha. Não gosto mesmo. E não consigo contrariar isso”.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras