Nas Bancas

Reveladas imagens chocantes durante o julgamento de Oscar Pistorius

As câmaras de vigilância mostram o atleta ensanguentado depois de ter matado a namorada, Reeva Steenkamp, com quatro tiros.

Redação CARAS
14 de março de 2014, 18:05

Apesar de continuar adeclarar-se “não culpado” pela morteda namorada, Reeva Steenkamp, nanoite de 14 de fevereiro de 2013, à medida que o julgamento avança, Oscar Pistorius parece vez maisdescontrolado e inseguro. O atleta garante que apenas disparou para a casa debanho onde a modelo se encontrava por acreditar que se tratava de um intruso, masa acusação continua a refutar a teoria de que só queria defender-se.
Pistorius foi encontrado pela polícia cerca de 40 minutos depois de terem sido ouvidosos disparos “num estado muito emocional” e “em lágrimas”. Na altura, por ser oprincipal suspeito do crime, foram-lhe lidos os seus direitos, mas não foiimediatamente preso, conforme explicou o comandante Schoombie van Rensburg. “Disse-lhelogo que o considerava suspeito. Li-lhe os seus direitos. Disse-lhe que não iaprendê-lo de imediato… Pedi-lhe para ficar a observar a cena do crime”, recordouo polícia. Ao local do crime chegaram rapidamente os seus irmãos, Carl e Aimee, e o seu advogado, o que a acusação vê como uma prova de quetudo tinha sido pensado com antecedência, sabendo o desportista o que oesperava e que precisaria do apoio da família.
Durante a sessão de julgamento em que foram mostradas as imagens das câmaras devigilância onde aparece todo ensanguentado e inclusivamente se vê o cadáver deReeva Steenkamp no chão da casa de banho e a arma do crime, Oscar Pistoriussentiu-se mal, tendo mesmo vomitado. O atleta questionou, inclusivamente, arazão de serem mostradas imagens tão cruéis em tribunal e pediu que o monitorque se encontrava à sua frente fosse desligado.
No chão da casa de banho encontravam-se também um telemóvel e um taco debasebol, que o desportista alegadamente usou para arrombar a porta depois de terpercebido que quem se encontrava na divisão era a namorada e não um assaltante.
Oscar Pistorius é acusado do homicídio premeditado de Reeva Steenkamp. Ojulgamento começou no dia 3 de março e ainda está a decorrer. Se for condenado,o atleta paralímpico arrisca uma pena de prisão que pode ir dos 25 anos aprisão perpétua.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras