Nas Bancas

Rodrigo Bettencourt da Câmara expõe ‘criação absurda’ em Cascais

O fotógrafo foi o artista escolhido para participar na exposição ‘Private Lives’, que já vai na oitava edição. As receitas das vendas das obras revertem a favor da associação Ser+, presidida por Margarida Prieto.

Redação CARAS
27 de fevereiro de 2014, 17:30

Margarida Prieto, presidente da associação Ser+ (que acompanha pessoas infetadas e afetadas pelo VIH/Sida), e o fotógrafo Rodrigo Bettencourt da Câmara juntaram esforços e apresentaram, no Centro Cultural de Cascais, a exposição de fotografia Private Lives, uma iniciativa que vai já na sua oitava edição e que desde o início conta com o apoio da Fundação D. Luís I.
Rodrigo Bettencourt da Câmara apresentou um trabalho fotográfico intitulado Criação Absurda, cujo tema são os autores e os respetivos momentos de criação artística. A CARAS esteve na inauguração da exposição e falou com o fotógrafo, que expli­cou melhor o seu projeto: “São fotografias de vários artistas portugueses, e não só, que aparecem no seu local de trabalho, a trabalhar, de uma maneira específica, com movimento ou transparências. São fotografias a preto e branco e que pretendem fazer refletir sobre o momento da criação. Aquela altura em que os artistas estão perante uma folha, uma tela ou uma máquina fotográfica e vão fazer alguma coisa. E tudo feito de uma forma antiga, com película e a preto e branco.” Rodrigo contou-nos também como surgiu a ideia para concretizar este trabalho: “Há muitos mitos sobre o mundo dos artistas, mas estes são pessoas como outras quaisquer. Há muito tempo que queria fazer um trabalho com este tema, mas quando a Margarida me lançou o desafio eu tive pouco mais de um mês para fazer tudo! Quase não dormi, mas valeu a pena. Houve alguns artistas que não consegui abordar, mas vou continuar, pois é um trabalho muito interessante.”
Por seu lado, Margarida Prieto também falou acerca desta Private Lives, uma exposição solidária na medida em que as receitas obtidas através da venda revertem a favor da Ser+: “Ao longo destas edições da Private Lives temos tentado desenvolver sempre temas diferentes. Por aqui já passaram os melhores fotógrafos nacionais e alguns internacionais e também jovens artistas que se têm revelado. É uma exposição que já tem o seu marco na calendarização nacional. O Rodrigo já tinha trabalhado comigo nas outras edições, mas mais nos bastidores e chegou agora a sua oportunidade, pois ele é um grande artista e merece muito esta expo­sição individual.”

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras