Nas Bancas

Lady Gaga

Lady Gaga

Getty Images

Lady Gaga recorda período difícil da sua vida

A cantora falou do seu distúrbio alimentar e da sua tendência para a depressão, que se acentuou no ano passado.

Redação CARAS
7 de fevereiro de 2014, 16:48

Desde a adolescência que Lady Gaga, agora com 27 anos, tem vindoa debater-se com vários problemas psicológicos que se traduzem em distúrbiosalimentares e sintomas de depressão. Contudo, a artista disse numa entrevistarecente para a revista Haarper’s Bazaarque, depois de um ano de 2013 complicado, está finalmente a conseguir lidar comessa situação e até a dominar esses comportamentos. “Já não tenho distúrbio alimentar. A minha relação com a comidamelhorou. E também aprendi a não deixar que as pessoas se aproveitassem de mim…Tenho mais autoestima. Eu deveria estar sempre rodeada de pessoas que respeitamo meu talento, a minha saúde e o meu tempo. Eu não sou um peão num negócio. Souuma artista. Mereço melhor do que ser leal com pessoas que apenas acreditam emmim porque faço muito dinheiro”, afirmou a intérprete de Poker Face.
Na ocasião, Lady Gaga qualificou ainda do ano passado como um dos mais difíceisda sua carreira e que as coisas negativas acabaram por levá-la a um estadodepressivo. A cantora foi obrigada a cancelar a sua tournée de promoção ao álbum ARTPOP,por ter sido operada à anca e ter enfrentado um longo período de recuperação. “Fiquei muito depressiva no final de 2013.Estava exausta de tanta luta [contra as críticas]. Já nem conseguia sentir o meu próprio batimento cardíaco. Estavazangada, fingia [que estava tudo bem] earrastava comigo uma profunda tristeza que me seguia para todo o lado, como umaâncora. Simplesmente já não tinha vontade de lutar mais, nem sequer de melevantar. Senti mesmo que estava a morrer, que a minha luz estava a desaparecer”,afirmou, acrescentando que agora se sente melhor e que conseguiu superar essafase difícil graças aos amigos, familiares e fãs.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras