Nas Bancas

0.jpg

D.R.

Realizador brasileiro Eduardo Coutinho assassinado no Rio de Janeiro

Filho é o principal suspeito e até já foi detido pelas autoridades brasileiras, de acordo com vários meios de comunicação locais.

Lusa
2 de fevereiro de 2014, 22:43

O cineasta brasileiro Eduardo Coutinho, de 81 anos, considerado um dos mais importantes diretores do cinema documental do Brasil, foi assassinado hoje, na sua casa do Rio de Janeiro, informou a polícia, que aponta o filho do realizador como suspeito.
Coutinho, que dirigiu documentários como Edifício Master e Cabra Marcado para Morrer, tendo sido convidado a integrar a Academia de Hollywood, foi encontrado morto em casa, no bairro de Lagoa, Rio de Janeiro, apresentando sinais de agressão por arma branca.
De acordo com as autoridades, citadas pela imprensa brasileira, a mulher, que se encontra em estado grave, assim como o seu filho foram transportados para um serviço de urgência, devido a ferimentos provocados por uma faca ou punhal.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras