Nas Bancas

Filme ‘Velocidade Furiosa 7’ sofre alterações depois da morte de Paul Walker

O ator Kurt Russell falou sobre a morte do colega, bem como do novo argumento.

Redação CARAS
23 de janeiro de 2014, 14:35

Os argumentistas de Velocidade Furiosa 7 estão a trabalhar arduamente para encontrar uma forma de lidar com a morte de Paul Walker, que dava vida ao polícia Brian O’Connor. O ator Kurt Russell, que também integra o elenco do filme, revelou que toda a situação afetou as gravações e a equipa criativa. “Eles têm de reescrever o argumento, têm de fazer aquilo que é preciso fazer para lidar com a situação”, explicou Russell, de 62 anos, no Festival de Cinema de Sundance. “É catastrófico. É a pior coisa que pode acontecer a um filme, mas não é tão mau como aquilo que aconteceu ao Paul”, concluiu Russel, que não deixou de fazer elogios a Paul Walker. “Ele era um excelente homem”, disse.
No entanto, Russell ainda não sabe se a sua personagem, pai de Dominic Toretto, interpretado por Vin Diesel, também vai ter um fim. “Não sei o que se vai passar. É uma situação complicada. Se eles vão morrer no filme, não sabemos. Mas talvez mude um pouco a história”, acrescentou.
Recorde-se que Paul Walker morreu num trágico acidente de viação no passado mês de novembro, em Los Angeles.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras