Nas Bancas

Detidos cinco suspeitos do assassinato de Miss Venezuela 2004

Mónica Spear e o marido, Thomas Henry Berry foram assassinados a tiro.

Redação CARAS
8 de janeiro de 2014, 13:32

Mónica Spear e o marido Thomas Henry Berry foram encontrados mortos dentro do carro no passado dia 6 de janeiro num caso que está a emocionar e revoltar a Venezuela. A  Miss Venezuela 2004, de 29 anos, e o empresário irlandês, de 39, foram assasssinados a tiro depois de terem resisitido a um assalto, enquanto esperavam por assistência depois do carro onde seguiam ter avariado. A filha Maya Veliz, de cinco anos, sobreviveu à tragédia e encontra-se num centro de acolhimento.
Entretanto, foram já detidos cinco suspeitos neste caso, como confirmou o diretor nacional do Corpo de Investigações Científicas Penais e Criminais (CICPC) da Venezuela, José Gregorio Sierralta: “Estamos a estabelecer a possível relação que podem ter alguns destes indivíduos com o sucedido". A imprensa local avança que dois dos detidos são menores de idade.
Entretanto vão sendo mais conhecidos pormenores sobre o caso. O casal, que tinha reatado a relação depois de se terem separado, dirigia-se para Caracas na auto-estrada quando o seu carro se avariou. De acordo com o jornal venezuelano El Universal, a ex-miss, de 29 anos, e a família esperaram cerca de 45 minutos por um reboque que chegou por volta das 22h30 locais. Foi na altura em que estavam a ser ajudados pelo condutor do reboque e outro funcionário que apareceram cinco indivíduos armados.
O condutor do reboque e o colega conseguiram fugir, mas Mónica e a família esconderam-se dentro do carro onde foram atingidos pelos tiros disparados. A modelo e o empresário morreram, mas a filha acabou por ficar ferida apenas numa perna e encontra-se estável.
O crime está a ser investigado e o presidente do país, Nicolás Maduro promete ter "mão de ferro" contra os assassinos de "homens e mulheres de bem" na Venezuela.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras