Nas Bancas

Michael Schumacher: Médicos negam segunda operação

As informações iniciais acerca do estado de saúde do ex-piloto foram contraditórias, mas os médicos afirmam que o estado de saúde de Schumacher é "muito grave" e falam em "risco de vida".

Redação CARAS
30 de dezembro de 2013, 17:04

Michael Schumacher permanece em estado crítico, depois do acidente de esqui na estância de Méribel, nos Alpes franceses. O ex-piloto de Fórmula 1 “está a lutar pela vida”, revelou nesta segunda-feira a equipa médica que o acompanha no Hospital de Grenoble. “Podemos falar de risco de vida. Ele está a ser reanimado. A sua condição é muito grave”, disse Jean-François Payen, chefe do serviço de reanimação do hospital. “Ainda não nos podemos pronunciar sobre o futuro de Michael Schumacher”, acrescentou Payen, explicando que Schumacher sofreu “lesões difusas e graves” após ter batido com a cabeça numa rocha quando esquiava fora de pista.
Segundo os médicos, os ferimentos não foram mais graves pois o ex-piloto usava capacete: “Quem sofresse um choque deste tipo sem capacete, certamente não chegaria cá com vida”.
Schumacher chegou ao hospital com "movimentos espontâneos nos quatro membros, mas não respondia a perguntas”, explicou o neurocirurgião Stephan Chabardes, acrescentando que o ex-piloto entrou depois em coma.
Além de terem feito uma atualização do estado de saúde de Schumacher, os médicos também esclareceram algumas notícias, nomeadamente a de que o ex-piloto teria sido submetido a uma segunda operação ontem, dia 29. Os médicos confirmaram que foi operado apenas uma vez “para reduzir o estímulo natural de consumo de oxigénio no seu cérebro”.
O ex-piloto é fã de esqui e dono de uma casa em Méribel, local do acidente, onde se encontrava com o filho, de 14 anos.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras