Nas Bancas

Ana Garcia Martins e Ricardo Martins Pereira rendidos ao filho, Mateus, de cinco meses

Os responsáveis pelos blogues ‘A Pipoca Mais Doce’ e ‘O Arrumadinho’ visitaram o Castelo da CARAS com o filho.

Marta Mesquita
25 de dezembro de 2013, 16:00

Talvez os nomes Ana Garcia Martins, de 32 anos, e Ricardo Martins Pereira, de 37,  ainda sejam desconhecidos para muitas pessoas, mas se mencionarmos os blogues A Pipoca Mais Doce e O Arrumadinho, milhares de leitores e cibernautas identificam-nos de imediato. Há dez anos, Ana criou o blogue para poder escrever sobre o que realmente queria. Hoje, “a Pipoca” é um sucesso que já conta com mais de 35 milhões de visitas, o que permitiu a Ana deixar o jornalismo, tornar-se blogger a tempo inteiro e aventurar-se em novos desafios, como ser comentadora do programa Passadeira Vermelha, na SIC CARAS. Já Ricardo tem continuado a conciliar o seu emprego como jornalista na revista Sábado com a gestão do seu blogue e com o seu papel de comentador no canal CM TV. Estava previsto ser um dos comentadores do Passadeira Vermelha, mas esse projeto não irá concretizar-se.
Casados há três anos, a blogger e o jornalista foram pais de Mateus há cinco meses, que veio juntar-se a Henrique, de sete anos, filho de Ricardo.
Durante o fim de semana que passaram no Castelo da CARAS, no Crato, os dois posaram pela primeira vez com o filho e partilharam como estão a viver aquela que é a maior aventura das suas vidas: serem pais.
– Como têm sido estes primeiros meses do Mateus?
Ricardo Martins Pereira
– Acho que o balanço é muito positivo. Estávamos um bocadinho assustados com os primeiros dias dele em casa, porque passámos umas quantas noites em claro com ele a berrar. Mas depois, aos dois meses, de um dia para o outro, começou a dormir a noite toda! E neste momento somos aqueles pais que têm um bebé santo que dorme dez horas por noite.
Ana Garcia Martins – Tem sido muito compensador ser mãe. Ter um bebé dá muito trabalho, mas depois tudo o resto é maravilhoso, como o simples facto de ele se rir para nós. E é ótimo apertar-lhe aquelas bochechas.
– Normalmente, os pais admitem que mudaram com o nascimento de um filho. Aconteceu o mesmo convosco?
Ricardo
– Um filho traz-nos maturidade. Nós somos obrigados a crescer e temos mesmo de nos tornar pessoas muito mais altruístas. E penso que essa foi a grande mudança que ocorreu connosco. O amor que vem com o facto de sermos pais não implica esforço ou sacrifício, porque é algo natural, mas passamos para segundo plano, porque os filhos passam a ser as pessoas mais importantes da nossa vida.
Ana – Eu era uma pessoa muito centrada nas minhas coisas e na gestão do meu tempo e a partir do momento em que temos um bebé tudo isso passa a ser secundário. Obviamente que não deixámos de fazer as coisas de que gostamos e acho que os pais não se podem anular completamente só porque tiveram uma criança, mas agora o Mateus é a nossa prioridade e isso é uma coisa boa! Adoro tratar dele. Até mudamos fraldas a rir!
– Fazem então questão de continuar a ter tempo para os dois...
Ricardo
– Continuamos a ter os nossos momentos a dois, até porque temos o apoio dos meus sogros, dos meus pais e dos meus irmãos. E assim todos ficamos a ganhar, porque nós temos tempo para fazer as nossas coisas e eles têm tempo para estar com o Mateus. Não nos sentimos sufocados com a rotina diária.
Ana – Também somos pais muito descontraídos e temos conseguido incluir o Mateus em muitas das coisas que fazemos. E é fácil continuarmos a ter tempo para os dois. Tentamos levar tudo com muita descontração.
Ricardo – Não gosto muito de partilhar as coisas boas relacionadas com o Mateus no blogue, porque já percebi que há muitas pessoas que convivem mal com a felicidade dos outros. Prefiro falar mais de assuntos da atualidade, por exemplo.
Ana – Tento encontrar o equilíbrio. Não exponho tudo o que se passa comigo, mas sei que os leitores que me seguem há tantos anos também gostam de ir sabendo como está a minha vida. Agora, há um outro lado da exposição que nos deixa mais vulneráveis aos comentários menos simpáticos e há pessoas que são capazes de dizer coisas muito cruéis. Como estamos numa fase de encantamento pelo nosso bebé, não queremos mesmo estar sujeitos a esse tipo de comentários.
– Mas a verdade é que o facto de terem blogues com tanto sucesso mudou as vossas vidas...
– Sim, e faço um balanço super positivo destes dez anos do blogue. Se assim não fosse não teria deixado já há dois anos o meu trabalho como jornalista para me dedicar em exclusivo ao blogue e não estou nada arrependida de ter tomado essa decisão. Quando trabalhamos nos nossos próprios projetos, vivemos tudo com mais entusiasmo e hoje sou uma pessoa muito mais realizada.
– A Ana é uma das comentadoras do programa Passadeira Vermelha, que vai ocupar as noites dos dias úteis no novo canal SIC CARAS. Está entusiasmada com este desafio?
– Ser comentadora da Passadeira Vermelha é a minha cara! Quando o convite surgiu fiquei mesmo contente. Estar na televisão vai ser um novo desafio que vou encarar com toda a seriedade. Mas vai ser divertido, de certeza!

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras