Nas Bancas

André Villas-Boas

André Villas-Boas

Getty Images

André Villas-Boas despedido do Tottenham

A derrota por 0-5 frente ao Liverpool no passado domingo foi a gota de água para o clube.

Redação CARAS
17 de dezembro de 2013, 14:46

Chegou ao fim o tempo de André Villas-Boas no Tottenham. O anúncio da rescisão contratual, por "mútuo acordo", foi feito ontem, dia 16.
“O clube pode anunciar que chegou a acordo com o treinador principal, André Villas-Boas, para colocar termo aos seus préstimos. A decisão foi tomada por mútuo acordo e no interesse de ambas as partes. Desejamos tudo de bom ao André para o futuro", pode ler-se no site dos spurs.
A derrota frente ao Liverpool por 0-5 no passado domingo, foi a razão final, sobretudo tendo em conta que o clube da White Hart Lane já tinha vindo a perder e sofreu uma goleada por 6-0 com o Manchester City.
Villas-Boas chegou ao Tottenham em julho de 2012, três meses depois de ter sido despedido do Chelsea, onde esteve apenas oito meses. Apesar de ter sido de comum acordo, o fim da carreira no Tottenham não fazia parte dos planos do técnico português. No fim do jogo com o Liverpool, VIllas-Boas afirmou:  “Não me demito, pois não sou um desistente. A única coisa que posso fazer é trabalhar no duro com os jogadores e tentar voltar aos bons resultados. Tenho de me concentrar no trabalho, é a única coisa que posso fazer. A decisão [sobre o futuro] não me cabe a mim”. Horas depois, o treinador via chegar ao fim a sua segunda aventura em Londres.
E apesar de a sua passagem pelo Tottenham não ter tido um fim feliz, de acordo com a BBC Villas-Boas foi o treinador do clube com maior percentagem de vitórias na Premier League desde 1992, concretamente 53,7%.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras