Nas Bancas

Maria Manuel Mota

Maria Manuel Mota

D.R.

Maria Manuel Mota recebe Prémio Pessoa

A investigadora foi hoje distinguida.

Redação CARAS
13 de dezembro de 2013, 12:05

Maria Manuel Mota é a vencedora do Prémio Pessoa 2013, uma iniciativa conjunta do Expresso e da Caixa Geral de Depósitos que todos os anos distingue personalidades que se tenham destacado áreas da Arte, Cultura e Ciência.
A investigadora tem 42 anos, trabalha no Instituto de Medicina Molecular, em Lisboa, e é uma das cientistas que mais contributo tem dado ao estudo da malária em todo o mundo.
"Reunidoem Seteais, o Júri do Prémio Pessoa 2013, constituído por Francisco PintoBalsemão (Presidente), Fernando Faria de Oliveira (Vice-Presidente), AntónioBarreto, Diogo Lucena, Eduardo Souto de Moura, João Lobo Antunes, José LuísPorfírio, Maria de Sousa, Mário Soares, Rui Magalhães Baião, Rui Vieira Nery eViriato Soromenho-Marques decidiu atribuir o Prémio Pessoa 2013 a Maria ManuelMota.
MariaManuel Mota nasceu no Porto em Abril de 1971, licenciou-se em Biologia pelaUniversidade do Porto, onde também fez o Mestrado em Imunologia e doutorou-seem Parasitologia Molecular na University College of London.
Depoisde um pós doutoramento na New York University Medical Center, foi investigadoraprincipal no Instituto Gulbenkian da Ciência. È, desde 2005, investigadoraprincipal do Instituto de Medicina Molecular e Professora da Faculdade deMedicina da Universidade de Lisboa. A sua área científica é a malária, uma dascausas principais de mortalidade a nível mundial. O grupo que constitui temdesenvolvido investigação fundamental com vista a esclarecer os mecanismospelos quais o parasita se desenvolve no hospedeiro humano.
Acompreensão destes processos é indispensável para o desenvolvimento deestratégias de tratamento e prevenção, nomeadamente através da vacinação. Otrabalho deste grupo recebeu recentemente um financiamento significativo daFundação Bill & Melinda Gates.
Asua produtividade científica é de excepcional qualidade, incluindo dez artigospublicados em 2013 em prestigiadas revistas da especialidade e outras, como nosProceedings of the National Academy of Sciences (EUA) e na Nature Medicine.
Éigualmente de sublinhar o seu empenhamento entusiástico no que se pode chamarde cidadania da ciência. Maria Mota é fundadora e Presidente da AssociaçãoViver a Ciência que tem como objectivo encorajar a filantropia em Portugal
”, pode ler-se na ata da reunião dojúri.
Para além de um diploma, Maria Manuel Mota recebe um prémio no valor de 60 mil euros.
Veja a lista dos antigos galardoados:

1987 - José Mattoso

1988 - António Ramos Rosa

1989 - Maria João Pires

1990 – Menez

1991 - Cláudio Torres

1992 - António e Hanna Damásio

1993 - Fernando Gil

1994 - Herberto Helder

1995 - Vasco Graça Moura

1996 - João Lobo Antunes

1997 - José Cardoso Pires

1998 - Eduardo Souto Moura

1999 - Manuel Alegre e José Manuel Rodrigues

2000 - Emanuel Nunes

2001 - João Bénard da Costa

2002 - Manuel Sobrinho Simões

2003 - José Joaquim Gomes Canotilho

2004 – Mário Cláudio

2005 – Luís Miguel Cintra

2006 – António Câmara

2007 – Irene Flunser Pimentel

2008 - João Luís Carrilho da Graça

2009 – D. Manuel Clemente

2010 – Maria do Carmo Fonseca

2011 – Eduardo Lourenço

2012 – Richard Zenith

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras