Nas Bancas

Jacob Zuma: “Morte de Mandela é uma perda sem precedentes para a África do Sul”

O presidente sul-africano presidiu às cerimónias do Dia Nacional da Oração e da Reflexão.

Redação CARAS
8 de dezembro de 2013, 14:50

Jacob Zuma recordou Nelson Mandela nas cerimónias do Dia Nacional da Oração e da Reflexão e disse que a sua morte era “uma perda sem precedentes para a África do Sul”.
Ao chefe de Estado e a alguns familiares de Madiba – entre eles a sua ex-mulher, Winnie Mandela Madikizela, e o seu neto Mandla Mandela – juntaram-se cerca de cinco mil sul-africanos na Igreja Metodista de Bryanston, em Joanesburgo.
Nelson Mandela morreu na passada quinta-feira, 5 de dezembro, aos 95 anos. O seu funeral está marcado para o dia 15, em Qunu, a terra da sua infância.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras