Nas Bancas

Bárbara Guimarães preparada para o Factor X: "Estarei à altura"

A apresentadora regressa este domingo à televisão com a apresentação das galas do Factor X, ao lado de João Manzarra.

Redação CARAS
29 de novembro de 2013, 17:23

Muito mudou na vida de Bárbara Guimarães nos últimos tempos. O seu divórcio de Manuel Maria Carrilho esteve nas capas de jornais e revistas durante semanas, mas, para a apresentadora, agora é tempo de pensar no trabalho e preparar aquele que considera ser um grande desafio profissional. A preparação para as galas do programa líder de audiências da SIC 'FactorX', que acontecem já este domingo, dia 1 de dezembro, começou há vários dias e Bárbara não esconde que está muito empenhada neste projeto.
– Sempre se assumiu como uma mulher de afetos. Nas últimas semanas aconteceram muitas mudanças na sua vida que certamente interferiram nesse mundo dos afetos e prejudicaram o seu bem-estar. Sente-se realmente preparada para o regresso ao trabalho?
– Para mim é tempo de pensar no futuro e, por isso, estou concentrada no meu regresso à televisão no dia 1 de dezembro. A vida segue em frente e estou entusiasmada por regressar ao trabalho. O Factor X é um programa de sonho. É grandioso, com uma produção fantástica, concorrentes extraordinários e três jurados que nos têm dado provas de grande humanidade.
– Mas não sente que pode ser um risco regressar já a um trabalho que implica uma grande responsabilidade?
– Sinto-me preparada. Só quem não me conhece pode achar o contrá­rio. É um regresso especial à minha casa, à SIC. Completo 18 anos na estação e por isso o Factor X foi um presente especial. É um formato único, de sucesso em todo o mundo. Em Portugal, os números falam por si: é o programa mais visto da televisão portuguesa e deu à SIC a liderança nos domingos à noite.
– Está ansiosa?
– Sinto uma grande responsa­bilidade, confesso, mas tenho a certeza de que estarei à altura.
Sei que ao longo das últimas semanas recebeu muitas manifestações de apoio. Fazem-na
sentir-se mais forte?
– O carinho do público sempre me deu muita força.
– Apesar de ter vivido semanas complicadas, tem acompanhado o programa?
– Claro.
– Como tem preparado o seu regresso?
– Tenho estado a ver e a rever as prestações dos concorrentes, a conhecer as suas histórias e as suas ambições. Há imenso talento no Factor X e percebe-se como foi difícil escolher os melhores entre tantos candidatos. Tenho a certeza de que vão nascer grandes estrelas neste programa.
– E está surpreendida com a revelação de tantos talentos?
– Não estou surpreendida porque sempre soube que em Portugal temos pessoas fabulosas, com grandes vozes. E fico contente por este programa servir para as revelar. Há talentos extraordinários, há vozes no Factor X que arrepiam qualquer um. É quase uma bênção ouvir algumas. O Factor X é a prova de que há sempre espaço para programas televisivos de qualidade. Repare que a SIC apostou numa estratégia contrária à da concorrência. Sinto muito orgulho na SIC por ter escolhido este formato.
– Vai surpreender-nos nas galas?
– Espero que sim. Mas não posso revelar muito... Fiquem atentos!
– Emagreceu bastante nas últimas semanas... Já começou a escolher o guarda-roupa para as galas?
– Só posso dizer que o meu amigo José António Tenente está a criar um guarda-roupa certamente bonito e elegante, com a música como inspiração, pois estas galas serão autênticos concertos ao vivo. O visual ficará completo com os sapatos do criador português Luís Onofre e as joias francesas da casa Chaumet.
– Trabalhar ao lado de João Manzarra vai ser...
– Uma diversão! O João é um grande profissional, uma simpatia. Tem um enorme à-von­tade, é muito brincalhão e sabe pôr qualquer um bem disposto. Vamos fazer uma grande equipa.
– A adrenalina dos diretos é desafiante. Ainda sente aquele friozinho na barriga?
– Com quase 20 anos de carreira, pensei que isso não me acontecesse, mas ainda acontece! E ainda bem, porque todos precisamos de desafios! Estou aqui convosco, no Meo Arena, e só me lembro dos talentos que o Factor X já mostrou neste espaço. Estou ansiosa por voltar a fazer parte dos bons serões de televisão para toda a família.
– O que espera que o Factor X lhe dê a si enquanto profissio­nal de televisão?
– O Factor X é um enorme presente e sinto-me muito grata por a SIC apostar em mim e no João para este formato. É um programa único no panorama televisivo nacional. É uma mega produção e posso garantir que as galas serão surpreendentes. Tive a sorte de apresentar muitos programas na SIC, do Chuva de Estrelas ao Furor, do Família Super­star ao Portugal Tem Talento, entre muitos outros. Tenho a certeza de que o Factor X será mais um marco na minha carreira.
– E o que espera dar a Bár­bara aos telespectadores?
– Os portugueses merecem um bom programa de entretenimento, com muitas revelações e emoções. Será isso que vão ter.
– Está previsto que as galas terminem em fevereiro deste ano. Vai passar o Natal e o fim de ano a trabalhar?
– Não quero revelar a estratégia de programação da SIC! Essa pergunta tem de fazer à direção da estação.
– A Bárbara tem feito um percurso profissional pouco previsível. Terminado o Factor X, quais são as suas expectativas? O que é que lhe apetecia mesmo fazer a seguir?
– Gosto muito do que faço, mas nunca digo ‘não’ a um grande desafio. Tenho absoluta confiança na SIC e nos seus responsáveis, que sempre me apoiaram ao longo destes anos. Estarei sempre disponível para o formato que acharem mais certo para mim.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras