Nas Bancas

Familiares e amigos no velório de Alcino Soutinho

Álvaro Siza Vieira, de 80 anos, e José Rodrigues, de 77, estiveram esta segunda-feira no velório do amigo Alcino Soutinho que morreu no domingo, dia 24, aos 83 anos, vítima de doença prolongada.

Joana Brandão
26 de novembro de 2013, 11:41

Considerado pela crítica nacional e internacional como um dos ícones da ‘Escola do Porto’, assinou um diversificado conjunto de edifícios, como por exemplo a Câmara Municipal, o auditório e a biblioteca de Matosinhos, o Castelo do Prado, o Edifício Delfim Pereira da Costa, além da Casa-Museu Guerra Junqueiro, no Porto, e o Museu Amadeo de Sousa-Cardozo, em Amarante.
Casado com Laura, com quem tem duas filhas, Andreia e Cláudia, Alcino Soutinho deixa saudade entre a família e os amigos. Lembrado pelo seu génio e legado, é também recordado pelo seu espírito alegre, pela simpatia, gentileza e elegância.
Entre os muitos que acorreram ao velório na Igreja do Cristo Rei, na Boavista, estava Álvaro Siza Vieira, com quem Alcino Soutinho partilhava o gosto pela pintura e escultura. Das artes plásticas, José Rodrigues, mesmo debilitado, fez questão de despedir-se do amigo que desenhou o Centro Cultural com o seu nome, em Alfândega da Fé.
Referência no mundo, o arquiteto “foi um nome maior da 'Escola do Porto', que marcou de forma decisiva a arquitetura portuguesa na segunda metade do século XX, projetando o seu exemplo neste novo milénio”, escreveu o Presidente da República na carta de condolências que enviou à família, lembrando o seu “talento invulgar”.
Também Jorge Nuno Pinto da Costa mostrou o seu pesar. "É uma perda nacional, porque era um homem de uma envergadura que ultrapassava as barreiras do Porto e de Vila Nova de Gaia. Está para sempre ligado tanto ao FC Porto, como a Gaia, por muitas obras que fez, mas nomeadamente porque foi o arquiteto do Centro de Estágio do Olival da Fundação PortoGaia. É uma grande perda e daqui envio os meus pêsames à mulher, à filha e a toda a família. Sentimos muito que nos tenha deixado", escreveu em comunicado.
O funeral de Alcino Soutinho realizou-se esta manhã às 10h30, na Igreja de Cristo Rei, seguindo o corpo para o tanatório de Matosinhos.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras