Nas Bancas

Fernando Torquatto, o maquilhador das estrelas brasileiras, visita Portugal

O maquilhador, apresentador, ator e fotógrafo esteve em Lisboa e a CARAS conversou com Fernando acerca dos seus interesses, paixões e a forma como, aos 43 anos, encara a vida.

Inês Mestre
9 de novembro de 2013, 11:00

É conhecido no Brasil como o maquilhador das estrelas, mas é tão famoso como elas. Fernando Torquatto é maquilhador, fotógrafo, apresentador de televisão e embaixador e consultor estratégico da marca O Boticário. A CARAS esteve à conversa com Fernando, de 43 anos, quando veio a Portugal para apresentar a nova linha de maquilhagem make B. Miami Sunset.
Como correu esta visita a Portugal?
Fernando Torquatto – Tinha muitas referências da minha mãe que falava muito de Port ugal. Fomos a Óbidos, Fátima, Alcobaça e à praia de Super Tubos, que para mim, que sou surfista é fantástica. Fui muito bem recebido e adorei Portugal!
Correspondeu às suas expectativas?
– Superou! Achei os monumentos, as pessoas, a História, a  possibilidade de contrastes entre a serra, o rio e o mar incríveis.
O que achou das mulheres portuguesas?
– O meu maior interesse são as pessoas, quero perceber porque é que Deus as fez assim. Gosto de olhar para as pessoas e ver as que são bonitas e as que não são perfeitas mas que têm uma particularidade. Para mim, isso é tão bonito como a própria beleza. A mulher portuguesa tem um tipo, com a pele mais clara – mesmo que no verão fiquem mais morenas – cabelo escuro, liso ou com caracóis. E o nariz tem sempre uma presença. Não vejo muitos narizes delicados o que é bom porque dá personalidade. A mulher portuguesa parece-me delicada, mas com atitude.
– É maquilhador, fotógrafo, apresentador, ator... A sua área é mesmo a da imagem.
– Sim, vou saltando de uma para outra, mas a minha base é a imagem. Tudo é uma história para ser contada e podemos contar a nossa de uma forma mais bonita. Acho que as mulheres têm de ter todos os dias um ritual de beleza, que pode ser de cinco ou 30 minutos. Mas é importante que tenham esse tempo para si. Acredito que a mulher pode procurar a beleza e felicidade dentro de si e manifestá-la através da maquilhagem e em estar bonita.
Tem muitos cuidados com a sua imagem?
– Sempre fui vaidoso, mas até há pouco tempo não me conseguia ver de fora. Quando me comecei a ver na televisão todos os dias, como apresentador, percebi que se falava de imagem tinha de cuidar da minha para que o que dizia fosse verdade. Se digo aos outros que temos de ter estímulos para ser feliz tinha de fazer isso por mim também. Além disso gosto de me ver bonito mesmo que outras pessoas achem que isso é fútil.
Como é a sua relação com as mulheres, já que trabalha tanto com elas?
– A nível profissional as pessoas vêem-me como maquilhador, mas também como uma boa pessoa e isso é óptimo. Na vida pessoal a minha profissão aproximou-me tanto das mulheres que agora fico distante para algumas coisas. Não sei como agir, como jogar, pois em qualquer relação há jogos. Eu vivi sempre com alguém e estive casado, mas agora estou numa fase em que não sei muito bem como viver uma relação.
Tem alguém especial na sua vida, neste momento?
– Sim e não. Eu encanto-me com facilidade, vejo uma pessoa na rua e fico a pensar nela durante três dias. Crio muitos vínculos…
E gosta de estar solteiro?
– Estou a gostar desta fase, mas prefiro ter alguém! É estranho não ter ninguém para partilhar a vida. Quero apaixonar-me. Estar apaixonado é importante.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras