Nas Bancas

Cláudia Vieira: "Acredito que o Pedro sabe lidar com este 'boom' à volta dele"

Pedro Teixeira é um novo ‘sex symbol’ e a atriz, sua companheira há nove anos, diz que lida bem com isso.

Andreia Cardinali
2 de novembro de 2013, 14:00

Desde que participou no programa Dança Com as Estrelas, que terminou há pouco mais de uma semana, Pedro Teixeira tornou-se um sex symbol. Não que o próprio se veja dessa forma, defendendo: "As pessoas só me abordam pelo meu trabalho, pela minha personagem como Moisés [da novela Destinos Cruzados] e para me dizer se gostaram mais ou menos da forma como dancei em de­terminada gala.”
A seu lado em todas as ocasiões o ator conta com a presença e apoio da atriz Cláudia Vieira, tal como aconteceu no 16.º aniversário do Clube VII, ginásio que ambos frequentam, e onde Pedro dançou um tango com uma das campeãs nacionais de danças de salão. O casal garante que continua apaixonado como no primeiro dia e que a confiança é a base da sua relação. "Só assim é que as coisas funcionam. Eu confio imenso na Cláudia e ela em mim. Temos sido felizes assim durante nove anos e espero que continuemos assim por muito mais tempo. As coisas só fazem sentido quando nos dedicamos e preocupamos”, garante Pedro. Cláudia acrescenta: "Também tem de haver cumplicidade, respeito. Eu achava que as relações longas eram difíceis, mas tem sido fácil, exatamente porque nós mantemos uma determinada liberdade, uma individualidade. Muitos casais deixam de respeitar o espaço um do outro e nós não o fazemos. Há um compromisso."
Cláudia contou ainda como lida com o facto de o seu companheiro e pai da sua filha, Maria, de três anos, ser agora visto como sex symbol. "Lido muito bem com tudo se o Pedro souber lidar. São situações que mexem com as pessoas e acredito que o Pedro sabe lidar com este boom à volta dele. Ele sempre foi muito discreto, a personagem Moisés trouxe-lhe uma forma de estar mais solta e de repente ficou soltíssimo e faz espetáculos como os que deu no programa. Fico com muito orgulho, desde que ele saiba lidar com isso.”
De parte ficam os ciúmes, diz a atriz: "Há ciúmes saudáveis, como aconteceram até aqui, pontuais, mas em nada se devem a esta alteração, não passei a ter mais ciúmes. Estou a saber lidar com tudo isto, tem sido novidade também para mim, pois quando começámos a namorar ele não era propriamente um sex symbol. Ele sempre me apoiou imenso quando tinha de fazer algo mais ousado e eu faço o mesmo. As pessoas já o valorizam pelo profissional que é e não pelo físico que tem."
Foi ainda com orgulho que Cláudia contou que todo o caminho pessoal e profissional tem sido feito lado a lado. "Começá­mos este caminho juntos, a minha carreira não existia antes do Pedro e a dele também não. Temos crescido juntos. Somos muito ligados às nossas origens e temos os nossos ambientes fora do mundo da televisão, que nos envolve e engole um pouco. Isso também ajuda."

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras