Nas Bancas

Emoções fortes numa noite dedicada ao cinema português

Numa cerimónia repleta de elegância, mas principalmente de emoções fortes, a Academia Portuguesa de Cinema distinguiu o que de melhor se faz na sétima arte no nosso país. A gala decorreu no Teatro Nacional de São Carlos, em Lisboa.

Redação CARAS
22 de outubro de 2013, 12:39

O Teatro S. Carlos acolheu a primeira cerimónia de entrega dos Prémios Sophia, uma espécie de óscares à portuguesa. Uma noite de muito glamour e emoções fortes. Anabela Teixeira mostrou-se emocionada ao receber o troféu de Melhor Atriz Secundária pelo desempenho em Florbela: “Isto é tudo muito emocionante, é fantástico, porque é ver um sonho concretizado, como vice-presidente da Academia Portuguesa de Cinema e como atriz. E na primeira cerimónia ganhar logo o primeiro prémio da noite... Tenho de estar mesmo muito agradecida e continuar a trabalhar muito como tenho feito, pelos vistos dá resultado.”
Nervosa desde o início da cerimónia, Dalila Carmo não cabia em si de contente por ter arrecadado o galardão de Melhor Atriz Principal pelo seu papel em Florbela: “Ainda estou um bocadinho atarantada com este prémio. São 110 membros a votar, a concorrência era grande, ainda não consigo acreditar. Estou muito contente com a formação desta academia. Espero que isto seja um ponto de partida para o nosso cinema ter outra visibilidade e nos aproximar do público. Hoje estávamos todos a torcer uns pelos outros, o que falta em condições no nosso cinema, nós compensamos em amor.”
Foi o que se viu numa noite plena de aplausos.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras