Nas Bancas

Isabel Angelino conta: “Se há paixões que duram uma vida, a televisão é uma delas”

De regresso ao canal generalista da RTP, com o programa ‘Verão Total’, a apresentadora, que comemora 22 anos de carreira, vive uma fase feliz a nível pessoal e profissional.

Andreia Cardinali
21 de setembro de 2013, 14:00

A viver uma nova fase profissional, com o regresso ao canal generalista da RTP, Isabel Angelino, de 46 anos, não teve este ano direito às habituais férias de verão com o marido, o cirurgião plástico Ângelo Rebelo. Realizada com o trabalho e com as vivências que este lhe proporciona, a apresentadora garante que após o programa Verão Total, que apresentou diariamente, se encontra disponível para novos desafios.
– Tinha saudades de estar diariamente em direto?
Isabel Angelino – Tinha sau­dades dos diretos, do contacto com o público e dos espectadores da RTP1. Tem sido uma experiência fantástica esta volta a Portugal com o Verão Total, para falar com e das nossas gentes, que tão ricas são em cultura, tradições e simpatia. Agradeço à direção de programas por ter apostado neste meu regresso ao canal generalista da RTP, que foi e será a minha casa.
– Já passou por várias fases na sua carreira, com mais ou menos tempo de antena. Como lida com as alturas em que tem menos trabalho?
Não se trata de ter mais ou menos trabalho, tive foi alturas em que tinha menos exposição mediática, mas continuei sempre a trabalhar no canal Memória, com o Há Conversa, um programa de entrevistas com jovens valores nacionais das mais diversas áreas, numa tentativa de mostrar que também temos talentos nossos, alguns até mais conhecidos no estrangeiro, e que vale a pena continuarmos a acreditar em nós e nos nossos sonhos. Que Portugal não é só fado e futebol.
– Trabalha há mais de duas décadas em televisão. Continua a ser aquilo que a preenche?
Mais exatamente há 22 anos, feitos dia 1 de junho deste ano. Se há paixões que duram uma vida, a televisão é uma delas. Quando se faz aquilo de que mais se gosta, só temos que agradecer e continuar a fazê-lo
mais e melhor, sempre com o mesmo empenho, como se fosse o primeiro dia. A televisão para mim foi um sonho de menina tornado realidade, adoro conhecer histórias de vida e poder partilhá-las com todos. Sou muito tagarela, adoro falar, mas também gosto de ouvir. É bom olhar para trás e recordar todos aqueles com quem tive o prazer de trabalhar, mas também continuar a olhar em frente em busca de mais conhecimento.
– E já tem novos projetos para depois do Verão Total?
Para já não foi feito qualquer convite nesse sentido, mas o Hugo Andrade sabe que pode sempre contar comigo para novos desafios. O tempo o dirá...
– Depois de uma crise no seu casamento, em que se chegou a divorciar do seu marido, vivem agora uma fase feliz, que os levou, inclusive, a casarem-se novamente no ano passado...
Sim, fizemo-lo numa cerimónia discreta no registo civil.
– Continua apaixonada pelo Ângelo como no primeiro dia, ou já passaram para uma fase mais serena da relação?
– Quando duas pessoas se querem, entendem, respeitam, admiram e caminham juntas na vida, a paixão não acaba, transforma-se em amor, e é isso que tem vindo a acontecer connosco.
– Sempre disse que a maternidade era algo que poderia fazer parte dos seus planos, mas ainda não se concretizou. Arrepende-se?
Não. Se não aconteceu é porque não tinha que acontecer. Mas é algo que ainda faz parte dos nossos planos, seja ela uma maternidade biológica ou de adoção.
– É uma das figuras mais bonitas e elegantes da televisão. Que cuidados tem?
Sempre gostei de cuidar de mim e depois, com esta profissão, é essencial que o faça. Quer queiramos quer não, também vivemos muito da nossa aparência física. Como de tudo, mas com moderação e bebo muita água. Café, bebidas alcoólicas e noitadas estão riscados da minha vida há muitos anos, assim como o tabaco. Uso muito creme hidratante, faço natação duas vezes por semana e tenho que agradecer à genética, que também ajuda.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras