Nas Bancas

João Mota revela o seu lado mais pessoal

O ator conversou com a CARAS sobre as suas paixões e os sonhos que quer realizar. “Sei muito bem aquilo que quero para a minha vida”, garante.

Marta Mesquita
15 de setembro de 2013, 16:00

João Mota, de 22 anos, tem-se tornado uma cara cada vezmais conhecida do grande público depois da presença em programas televisivos,nomeadamente na novela Morangos com Açúcar e no concurso Splash!Celebridades. Com os pés bem assentes no chão, o jovem ator assegura quenunca se deslumbrou com a fama e que sabe bem quais os sonhos que querrealizar.
Apesar de se ter licenciado recentemente em Gestão de Empresas, João quercontinuar a apostar na carreira de ator. A apoiá-lo na realização deste sonhode infância tem a namorada, a também atriz Mariana Monteiro, com quemvive uma relação feliz e discreta há mais de um ano. De férias no Algarve, deonde é natural, o ator conversou com a CARAS.
– Quando decidiu fazer televisão, não imaginava por certo a volta que a suavida levaria… Está a viver o seu sonho?
João Mota – Acho que sim. Aprendi a viver com tudo isto, com as coisasboas e más. A oportunidade surgiu e eu tenho trabalhado e lutado para que ascoisas aconteçam. Luto bastante para realizar os meus objetivos.
– E quer provar que é mais do que um rapaz bonito...
– Exato. Desde pequeno que tenho o sonho de ser ator. Sou uma pessoa um bocadotímida e a representação permite-me fugir da minha timidez e sair da minha zonade conforto, porque estou protegido por uma personagem. Claro que ter uma carabonita ajuda mais do que prejudica, mas tenho lutado por aquilo que quero,formei-me e tenho aprendido muito. Quero ser mesmo bom naquilo que faço e serum dos melhores.
– Quer ser ator, mas formou-se recentemente em Gestão de Empresas. O que olevou a tirar este curso?
– O curso permitiu-me aprender bastante e não deixa de ser um fator dediferenciação. Mas quero apostar na representação. Já fiz vários workshops ecursos nesta área. Não posso estar à espera que as oportunidades apareçam edepois correr o risco de não estar preparado para elas. Quero sempre dar o meumelhor.
– Parece ser muito racional…
– Sim, sou bastante racional. Não dou um passo sem ter tudo muito bem preparado.E penso sempre que as coisas vão correr bem. Hoje em dia é tudo tão instávelque se não fizermos tudo muito bem, podemos errar. E nos tempos que correm nãotemos a hipótese de errar. Eu sei muito bem aquilo que quero para a minha vida.
– Namora há mais de um ano com a Mariana. O casamento faz parte dos vossosplanos?
– A Mariana é uma pessoa muito importante na minha vida, mas eu não ligomuito ao casamento. Quando duas pessoas gostam muito uma da outra, não precisamde se casar para estarem juntas. Não me fascina assinar um contrato de amor.
– As pessoas que o veem na televisão conhecem o verdadeiro João?
– Em tudo o que faço, sou eu. Sou uma pessoa determinada, ambiciosa q.b. esonhadora. Se não tivermos objetivos, dificilmente vamos ser pessoas realizadas.E, acima de tudo, sou uma pessoa que adora viver.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras