Nas Bancas

Cláudia Jacques e Max Oliveira planeiam casar-se para o ano

Juntos desde junho do ano passado, a relações-públicas e o B-Boy pretendem casar-se numa cerimónia a dois e só depois celebrar com a família e os amigos.

Andreia Cardinali
7 de setembro de 2013, 14:00

Um ano depois de terem começado a namorar, Cláudia Jacques e Max Oliveira planeiam casar-se, já que a relação – que conta com a aprovação da família e das filhas da relações-públicas, Mafalda, de 18 anos, e Carolina, de 13 –, é a mais tranquila que viveu até hoje. De férias românticas no Algarve, o casal tem aproveitado todos os minutos para namorar, conforme a CARAS testemunhou num final de tarde na praia do Gigi.
– Planeiam casar-se no próximo ano?
Cláudia Jacques – Ou ainda este ano, mas acho que não vamos ter tempo. Logo se vê...
– E o Max já fez um pedido formal?
Max Oliveira – Ainda estou em falha nesse sentido, e não vamos concretizar o casamento sem o pedido formal. Contudo, o pedido já foi feito e já foi aceite [risos]. Neste momento, olhamos para o futuro com muita vontade de nos casarmos.
– Essa decisão, após um ano de namoro, significa que tudo corre bem na vossa relação...
Cláudia – É verdade, não podia pedir mais. Temos uma empatia muito boa e uma relação muito harmoniosa.
Max – Namorar com a Cláudia veio acrescentar a minha vida. E vice-versa. Na realidade, é muito bom conseguirmos concretizar tantas coisas em conjunto, mesmo a nível profissional.
– Cláudia, como é que as suas filhas reagiram à notícia do casamento?
Cláudia – Muito bem. Elas já estão muito habituadas ao Max, pois nós já vivemos juntos e estamos muito tempo os quatro. A mais velha está demasiado ocupada com a sua vida e as suas descobertas e não se mete nestas coisas, a mais nova adora o Max e adora dançar. Esta relação harmoniosa entre eles os três é muito importante para mim. Tudo se encaixa na perfeição e até tenho medo de partilhar tanta felicidade!
– Que planos têm para esse dia?
Queremos que seja o mais simples possível. Não podemos casar-nos pela igreja, mas quero casar-me com um toque de noiva, pois o Max nunca se casou e gostava que ele vivesse bem essa experiência. Gostava que na cerimónia estivéssemos só os dois e só depois partilhássemos com a família e os amigos. Estamos muito centrados um no outro e esse momento tem de ser só nosso. Claro que como a família e uma série de amigos gostariam de partilhar a nossa felicidade, depois faremos alguma coisa com eles. Mas mesmo essa celebração será muito simples. Quero que seja um dia simples e muito leve, em que estejamos apenas preocupados um com o outro e não com a organização. Assim, é como se nos casássemos duas vezes [risos].
– Depois de terem estado de férias com a Carolina, estes dias são para namorar...
Sim. Ela está cá no Algarve com o pai, e nós ficámos sozinhos, o que é maravilhoso. Queremos estar só os dois, saídas com amigos, só à noite, e muito poucas [risos].

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras