Nas Bancas

A aventura de Catarina Furtado no Parque da Gorongosa

A apresentadora esteve no Parque Nacional da Gorongosa, em Moçambique, a rodar um documentário que será exibido na RTP.

Catarina Furtado
3 de agosto de 2013, 17:20

Foram dias únicos na minha vida. De mui­to trabalho e de muita aprendizagem. O convite para fazer um documentário de 50 minutos sobre o Projecto de Restauração da Gorongosa, com a equipa responsável pelos melhores e mais premiados documentários do mundo sobre vida selvagem, entre eles o grande realizador Bob Poole (National Geographic, Discovery, BBC, etc.) deixou-me muito feliz e ao mesmo tempo com um nervoso miudinho! Quem me fez o desafio foi o próprio Greg Carr, filantropo norte-americano (que fez fortuna por ter inventado o voicemail) que decidiu que grande parte do seu dinheiro seria aplicada na defesa e na promoção dos Direitos Humanos e dos animais. Numa das suas viagens apaixonou-se pelo Parque Nacional da Gorongosa, em Moçambique, que noutros tempos era o local ideal para as férias das estrelas de Hollywood, que podiam fazer maravilhosos safaris e testemunhar aquele que é considerado, do ponto de vista ecológico, o parque mais diversificado do mundo. Os 16 anos de conflito armado fizeram desaparecer 95 por cento da fauna bravia e milhares de animais foram mortos por diferentes razões. Greg Carr tem um sonho e está a torná-lo realidade: devolver ao parque a beleza dos tempos dourados, melhorando as condições de vida das populações que vivem em seu redor.
Em 2006, no início do projeto, fui fazer uma reportagem para o programa Príncipes do Nada sobre o sonho do Greg. Passados sete anos, pude comprovar que o sonho e a promessa de Greg e da sua equipa está mesmo a concretizar-se! E a sensação é maravilhosa. Há pessoas no mundo que podem realmente fazer a diferença, pequenas ou grandes diferenças, são sempre diferenças para melhor! Através deste documentário, irei mostrar às pessoas o verdadeiro papel de um turista que visita o parque. Como se pode divertir e aprender e ao mesmo tempo contribuir para a conservação e a criação de emprego. O rendimento do turismo é a chave para fazer da Gorongosa, no futuro, um parque autossustentável. O Projecto de Restauração do parque visa desenvolver as atividades na área do ecoturismo, recuperar o ecossistema, estudar a complexa teia de vida da Gorongosa e ajudar as comunidades mais próximas a sair da pobreza, prestando assistência aos camponeses, implantando programas educacionais e de cuidados de saúde.
Um orgulho e uma verdadeira oportunidade de ver fazer o bem! Espero que gostem quando for exibido, entre outras estações, na RTP!

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras