Nas Bancas

Francisco José Garzón Amo

Francisco José Garzón Amo

Reuters

Maquinista do comboio que descarrilou admite culpa e fica em liberdade

De acordo com o 'El País'.

Redação CARAS
29 de julho de 2013, 11:50

Francisco Garzón Amo, o maquinista responsável pelo descarrilamento do comboio em Santiago de Compostela, admitiu, ontem, dia 28 de julho, a sua culpa no acidente perante o juiz, avança o El País.
O maquinista, de 52 anos, confessou ter sido imprudente por circular a 190 km/h e que era culpado pela morte dos 79 passageiros.
Para já, Francisco Garzón Amo, terá de se apresentar uma vez por semana à polícia, fica proibido de conduzir comboios durante seis meses e fica com o seu passaporte apreendido, também por seis meses.

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras