Nas Bancas

Lady Gaga regressa aos eventos públicos após cirurgia à anca

A cantora apoiou a comunidade LGBT.

Redação CARAS
30 de junho de 2013, 11:31

Na passada sexta-feira, 27, Lady Gaga subiu ao palco da Gay Pride Parade's Kick Off Rally em Nova Iorque onde discursou e cantou o hino americano.
Dias antes, o Supremo Tribunal americano considerou a Lei de Defesa do Casamento, de 1996, inconstitucional. A decisão reconhece, assim, a igualdade de direitos para casais heterossexuais e homossexuais em 12 estados e em Washington onde o casamento gay foi legalizado.
Lady Gaga, que assumiu a sua bisexualidade em 2009, e estará noiva de Taylor Kinney, aplaudiu a decisão e agradeceu o apoio que a comunidade lhe tem dado: "Gostaria de agradecer a todas as pessoas no Supemo Tribunal, a todos os legisladores e líderes políticos que sempre nos apoiaram". "Tenho muita sorte em ter sido acolhida pela comunidade LGBT e nesta família. A nossa evolução enquanto cidadãos LGBT continua a mudar e quanto mais conseguirmos revelar e partilhar as nossas vidas, mais conseguimos entrar nos corações e mentes dos americanos".
"Quando andava na escola sentia-me marginalizada. Não me integrava em nenhum grupo. Mas houve um grupo particular que me aceitou como eu sou e foram vocês", explicou a cantora.

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras