Nas Bancas

171165901.jpg

Getty Images

Stefano Gabbana e Domenico Dolce declaram-se inocentes

Os estilistas foram condenados a 20 meses de prisão por evasão fiscal.

Redação CARAS
24 de junho de 2013, 14:30

Três dias depois de terem sido condenados a 20 meses de prisão, Stefano Gabbana e Domenico Dolce declararam a sua inocência.
"Estamos chocados com o que aconteceu. Mas estamos descontraídos porque sabemos que somos inocentes. Resistimos e sentimo-nos fortes", disse Stefano Gabbana ao The Telegraph.
Os designers apresentaram a sua nova coleção ontem, dia 23, na Semana de Moda de Milão e passaram por mais uma situação constrangedora. No fim do desfile, um homem nu subiu para a passerele e ia fazer uma declaração acerca da sentença da dupla italiana. Apesar de ter sido retirado antes que isso acontecesse, algumas das celebridades que assitiam ao desfile ficaram chocados com o sucedido.
Recorde-se que os estilistas foram acusados de evasão fiscal por não terem pago os impostos pela operação de alienação e transferência da marca Dolce & Gabbana para uma sociedade com sede no Luxemburgo, com o nome Gado. A sociedade era gerida a partir de Itália, mas não pagava impostos no país. A fuga aos impostos está avaliada em 1000 milhões de euros.
Os criadores terão ainda de pagar uma multa estimada em 500 mil euros à autoridade tributária.
Apesar de terem sido condenados a prisão, a dupla não deverá passar tempo nenhum preso, devido à complexidade e lentidão do processo.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras