Nas Bancas

Bárbara Guimarães surpreende em noite de festa e recebe os elogios da família

A apresentadora conduziu mais uma vez a Gala dos Globos de Ouro. No final, recebeu os elogios do marido, Manuel Maria Carrilho.

Marta Mesquita
2 de junho de 2013, 12:00

Bárbara Guimarães conduziu pela oitava vez a Gala dos Globos de Ouro. No ano em que esta festa comemorou os 18 anos de vida, a apresentadora da SIC quis reinventar-se e mostrar o seu lado mais ousado e divertido. Recriando o ambiente único do Bataclan, a sala de espetáculos parisiense que inspirou a da novela Gabriela, exibida recentemente na SIC, Bárbara Guimarães surgiu em palco com um vestido encarnado curto, estilo anos 20, criado por José António Tenente. Mostrando o seu talento para a dança, a apresentadora não se podia ter divertido mais neste início do espetáculo, como nos contou: “Estávamos no Bataclan! Unimos a música brasileira à portuguesa e tudo resultou naquela abertura. Diverti-me imenso! Os Globos de Ouro com os seus 18 anos já me deram o direito a usar um vestido mini do José António Tenente. [risos] Foi um visual que refletiu todo aquele espírito de festa da abertura. Foi uma forma de estar diferente nestes 20 anos da SIC. Gosto de arriscar e aceito sempre um desafio.”
A apresentadora gostou tanto deste modelo curto que garantiu que vai voltar a usá-lo: “Este modelo é muito prático. Vou agora reciclá-lo, baixando-o um bocadinho. Deixámos uma bainha mesmo para isso. O meu marido diz que este vestido é o seu preferido, portanto, vou ter mesmo que voltar a usá-lo!”
Na última parte desta gala, Bárbara Guimarães optou por um visual mais formal, usando um vestido vermelho cai-cai comprido, com cauda, uma outra criação de Tenente. “O segundo vestido é mesmo um  modelo para a Gala dos Globos de Ouro. Foi o modelo certo para o grande final. E parece que a cor da noite foi mesmo o vermelho, que é a cor da passadeira e da CARAS. É um tom para a maioridade”, explicou a apresentadora, que fez o balanço de mais uma noite em que o talento nacional foi o grande protagonista: “Cumpriu-se mais uma vez aquilo para que os Globos de Ouro foram feitos, que é reconhecer e homenagear o talento nacional. Nesta noite, gostei particularmente do Prémio Mérito e Excelência. O Professor [Moniz Pereira] teve um discurso absolutamente único! Foi um marco nesta gala."
Tal como em anos anteriores, Bárbara Guimarães teve na plateia vários familiares, destacando-se a presença do marido, Manuel Maria Carrilho, que mostrou ser um marido orgulhoso: “Gostei muito desta gala. Foi um belo reconhecimento do talento português em algumas áreas. É sempre bom para um país premiar-se os seus talentos. A Bárbara esteve muito bem. Merece um Globo de Ouro.”
Para além do marido, a apresentadora contou ainda com o apoio dos cunhados, Eunice e Francisco Carrilho, da sobrinha, Francisca, da prima, Conceição Amorim, e do marido desta, Rui Borges. “Tive cá a minha família e é sempre bom sentir o seu apoio. Mas mais do que estarem cá por mim, os Globos são uma gala que só existe uma vez por ano e é a única ocasião em que se premeia o Desporto, o Cinema, o Teatro, a Moda e a Música. É a gala em que todos gostam de estar e assistirem a este espetáculo é também um desejo deles”, assegurou Bárbara antes de ir para a festa que se seguiu à gala, na discoteca Main. “De vez em quando saímos à noite, mas hoje o Manel fez mesmo questão de me acompanhar. Estamos com as pessoas de quem gosto e que trabalham comigo há 17 anos, sendo que faço 20 anos de carreira este ano”, contou a apresentadora já na discoteca.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras