Nas Bancas

168298162.jpg

Getty Images

Stefano Gabbana e Domenico Dolce arriscam-se a dois anos e meio de prisão

Os estilistas estão a ser julgados por evasão fiscal.

Redação CARAS
1 de junho de 2013, 10:04

Os estilistas italianos Domenico Dolce e Stefano Gabbana arriscam-se a apanhar dois anos e meio de prisão por evasão fiscal.
Os criadores, juntamente com outras cinco pessoas, estão a ser julgados na sequência de uma investigação levada a cabo entre 2007 e 2010. São acusados de evasão fiscal - no valor de 420 milhões de euros - porque, em 2004, criaram uma sociedade com sede no Luxemburgo, com o nome Gado, que era gerida a partir de Itália, mas que não pagava impostos no país.
Os estilistas andam nos tribunais desde o início do processo, em 2010. As queixas foram retiradas nesse mesmo ano, mas o caso foi re-aberto em 2011 e o julgamento começou já este ano. No passado mês de março, a dupla foi sentenciada a pagar uma multa de 343 milhões de euros, mais juros.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras