Nas Bancas

Ana Paula Almeida escreve história de amor triangular

“Este livro é destinado a todos os que repartem o seu coração.” (Ana Paula Almeida)

Redação CARAS
26 de maio de 2013, 17:00

“Pensei que estava a escrever um livro para o público feminino, mas o que é facto que os homens que já leram o livro gostaram”, explicou à CARAS Ana Paula Almeida no lançamento do seu quarto livro, Corações Re-partidos, editado pelo Clube do Livro SIC. A jornalista adiantou que se inspirou num dos casos de polícia que acompanhou, ao lado de Francisco Moita Flores, na altura em que trabalhavam no programa da SIC com o mesmo nome, para escrever este romance protagonizado por um taxista bígamo que, diz a autora, “era um homem muito feliz”.
Como é natural, nesta história de ficção também há algo da jornalista, da mesma forma que também ela tem um bocadinho de uma das personagens, Sílvia, “uma mulher destemida, com obje­tivos, e otimista como eu, que tenho tendência para ver sempre o copo meio cheio”.
E afinal, se bem que de outra forma, na vida real, Ana Paula Almeida, que está a viver uma relação muito feliz com o esloveno Urh Jerin, também tem o coração repartido: “Pelo meu companheiro, a minha filha, Sara, os meus pais e o meu enteado, Max.” Uma declaração que proporcionou que nos contasse ainda que Urh lhe foi apresentado pelos filhos de ambos, na praia, à beira-mar.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras