Nas Bancas

Vale e Azevedo

Vale e Azevedo

Mário Galiano

Alegações finais do julgamento de Vale e Azevedo adiadas para 4 de junho

Estavam previstas para hoje, mas a ausência de duas testemunhas de defesa levou ao adiamento.

Lusa
7 de maio de 2013, 11:59

As alegações finais do julgamento de Vale e Azevedo, indiciado por alegada apropriação de mais de quatro milhões do Benfica resultantes de transferências de futebolistas, foram adiadas para 4 de junho devido à ausência de duas testemunhas de defesa.
A advogada de Vale e Azevedo, Luísa Cruz, justificou a ausência de Alexandre Correia Leal por uma lesão sofrida numa queda e de Álvaro Braga Júnior por dificuldades de comunicação.
O pedido para adiar as alegações finais previstas para hoje foi aceite pelo coletivo de juízes, presidido por José Manuel Barata.

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras